De volta ao UFC, Nate Diaz afirma que não se interessa em trilogia contra Conor McGregor

Mesmo sendo financeiramente rentável, atleta revela que última derrota do irlandês o desanimou de realizar um novo confronto; norte-americano volta a lutar em agosto

N. Diaz (foto) afirma não querer nova luta contra C. McGregor. Foto:Reprodução/Facebook NateDiaz

Como muitos imaginavam, o retorno de Nate Diaz ao UFC vem dando o que falar. O norte-americano, que nunca teve papas na língua, desta vez, afirmou que não deseja realizar uma terceira luta com McGregor pelo motivo do irlandês vir de derrota na carreira. A informação foi concedida recentemente ao programa ‘Ariel Helwani’s MMA Show’. Diaz retorna ao Ultimate em 17 de agosto, após quase três anos sem se apresentar profissionalmente.

Veja Também

Paige VanZant confirma nova cirurgia no braço e adia seu retorno ao octógono
Nick Hein segue os passos de Alexander Gustafsson e anuncia aposentadoria após UFC Estocolmo
Daniel Cormier e Jon Jones comentam aposentadoria de Alexander Gustafsson

“Não me interessa de jeito nenhum (uma luta contra Conor). Estou interessado em vencedores. Ele perdeu sua última luta. Você acha que estou interessado em lutar com alguém que acabou de ser surrado? Sou um faixa-preta de jiu-jitsu. Isso nunca aconteceria comigo”, relatou Nate, comentando sobre a finalização sofrida pelo irlandês aplicada por Khabib Nurmagomedov.

O mundo do MMA, durante um tempo, se agitava apenas com a cogitação sobre um terceiro embate entre os dois atletas.

Na primeira vez que se enfrentaram, em março de 2016, Nate caiu de paraquedas no evento para substituir o brasileiro Rafael dos Anjos, que estava escalado para enfrentar Conor no UFC 196, mas acabou se lesionando. Com pouco tempo para a preparação, Diaz simplesmente chocou o mundo e conseguiu conquistar uma vitória histórica contra o irlandês, em uma finalização no segundo round, levando o público à loucura. O duelo foi casado na categoria dos meio-médios (até 77kg.) e não valeu o cinturão dos leves (até 70,3kg.), que, na época, pertencia ao ‘Notorious’.

Com a derrota de seu maior nome, a diretoria do Ultimate agiu rápido, e, ao perceber a proporção que o confronto entre os atletas havia tomado, marcou uma revanche cinco meses após o primeiro encontro. Mesmo sem valer cinturão algum, o público quis conferir o resultado de mais uma peleja entre os polêmicos atletas.

No último embate, McGregor saiu vencedor por decisão majoritária dos juízes. Nate, no entanto, continua sendo contrário à decisão e afirmando que derrotou novamente o ex-campeão dos leves. Este é um dos motivos que fazem Diaz rejeitar a ideia de mais uma batalha.

“Três anos se passaram e eles acharam que eu começaria a implorar uma luta contra Conor assim que ele fosse derrotado? Não, cara. Eu venci a última luta”, disse Nate. “Eu queria enfrentar Khabib, mas ele disse que eu teria que vencer alguém para chegar até ele. Eu disse: ‘Do que você está falando? Você que tem que vencer para chegar até mim”, finalizou Diaz.

Após muitas declarações do presidente da companhia, Dana White, dizendo que achava extremamente difícil ver Nate atuar pelo Ultimate, o norte-americano voltou a impressionar e retornou a fazer parte de um card da organização. O atleta retorna ao octógono no UFC 241, em 17 de agosto, para enfrentar Anthony Pettis.

Aos 34 anos, Diaz possui 30 lutas em sua carreira, com 19 vitórias e 11 derrotas.

 

 

Notícias relacionadas

Deixe seu comentário

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments