Dana White desdenha de ex-campeão, Demetrious Johnson: ‘Ninguém ligava para ele’

Mandatário do UFC afirma que, apesar dos números impressionantes conquistados por atleta, peso mosca não empolgava o público

D. White (dir.) desdenha de D. Johnson (esq). Foto: Reprodução/YouTube Nicknotify

O presidente do UFC, Dana White, revelou que o público não se empolgava com o desempenho do ex-campeão dos moscas (até 56,7kg), Demetrious Johnson. Em entrevista recente à ‘ESPN’, o ‘chefão’ da companhia contou que, apesar de vencer, o atleta não agradava os fãs de MMA. Demetrious, atualmente, atua pelo ONE FC.

Veja Também

Cinco motivos para assistir o UFC 238, com Marlon Moraes lutando pelo cinturão dos galos
Jéssica Eye precisa tirar roupa para bater peso, mas garante luta pelo cinturão das moscas no UFC 238
Henry Cejudo, o campeão olímpico que quer continuar a fazer história no UFC

“Eu tinha um cara que era completamente dominante. Todas as vezes que ele lutava, ele era ativo e levava a luta até o final, mas as pessoas não se importavam. Ninguém se importava com Demetrious”, desabafou Dana.

White, no entanto, parece apostar suas fichas no novo campeão da categoria, Henry Cejudo, que venceu Johnson em agosto do ano passado.

“Talvez Cejudo seja o cara que os fãs realmente se importem”, revelou White.

Henry, porém, abandonou, por ora, a categoria dos moscas para tentar realizar o sonho de ser campeão na divisão dos galos. O atleta irá dividir o octógono com o brasileiro Marlon Moraes neste sábado (8), no duelo válido pelo cinturão, que está vago desde que TJ Dillashaw abriu mão, após testar positivo para substâncias proibidas em um exame antidoping, em março deste ano.

Caso saia vitorioso, a divisão dos moscas corre um sério risco de ser extinta da organização. O Ultimate já sinaliza, há algum tempo, o desejo de excluir a categoria de sua lista e, caso o atual campeão vença e decida permanecer entre os galos, tudo indica que o desejo da diretoria irá finalmente se concretizar.

Demetrious Johnson reinou absoluto na divisão durante mais de seis anos. O atleta, apesar das palavras de Dana, conseguiu um feito praticamente impossível nos dias de hoje. O lutador conseguiu defender seu título em 11 ocasiões, superando a marca do brasileiro Anderson Silva, que defendeu o título dos médios (até 83,9kg.) 10 vezes.

Johnson se transferiu para o ONE FC em outubro do ano passado, em uma transação que envolveu a troca entre o ex-campeão e Bem Askren. Demetrious estreou na nova empresa em março deste ano, quando derrotou o japonês Yuya Wakamatsu por finalização no segundo round. O atleta, hoje, está com 32 anos e soma em seu cartel 32 lutas, com 28 vitórias, três derrotas e um empate.

 

Notícias relacionadas

Deixe seu comentário