Derrotada em 2010, Valentina Shevchenko pede revanche contra Liz Camouche

Campeã das moscas do UFC vê com bons olhos reedição de duelo ocorrido há quase 10 anos e espera resultado diferente

V. Shevchenko (foto) pede revanche contra L. Camouche. Foto: Reprodução/Instagram @bulletvalentina

A campeã das moscas (até 56.7kg.) encontrou um bom desafio para solicitar ao UFC. A atleta confessou que deseja realizar uma revanche contra Liz Camouche, por quem foi derrotada em 2010, atuando pelo evento ‘C3 Fights’. A declaração foi feita em entrevista recente ao programa ‘BJPEN.com Radio’. Valentina realizou sua primeira defesa de cinturão no último dia 8, contra a norte-americana, Jéssica Eye.

Veja Também

Tyron Woodley elogia Henry Cejudo como lutador, mas alfineta: ‘Está irritando todo mundo’
Vídeo: ‘Rondinha de BH’ estreia no MMA profissional com nocaute impressionante
Khabib Nurmagomedov dá sugestão a Conor McGregor para merecer uma revanche: ’Volte a vencer’

“Claro que seria uma grande luta (contra Camouche). Ela é uma adversária forte e seria uma boa luta”, disse Shevchenko.

A atual campeã das moscas comentou sobre o episódio que representou sua primeira derrota na carreira e culpou os médicos por não permitirem que ela continuasse a lutar naquela ocasião, em que foi declarado o nocaute técnico.

“Eu estava dominando o round. Soltando combinações. Eu até a levei para o chão. Eu estava de pé e ela conseguiu acertar o calcanhar no meu supercílio. Eu tive o corte e o médico decidiu interromper a luta. Este não era o jeito que eu havia planejado. Eu estava pronta para continuar aquela luta, mas o médico pensou diferente. Eu acho que será uma luta muito diferente”, afirmou Valentina.

A quirguistanesa, no entanto, acredita que uma derrota nunca pode ser apagada da história de um atleta. Porém, os aprendizados assimilados de cada combate são essenciais para o desenvolvimento de uma grande campeã.

“Você nunca apagará uma derrota, mas você ainda pode conquistar outra vitória. Eu estou aqui para continuar vencendo e continuar sendo a campeã. Eu nunca vou deixar ninguém me tirar este cinturão porque eu treinei mais duro do que qualquer uma delas (atletas). É por isso que será uma grande luta”, declarou a campeã.

Atualmente, Liz figura na terceira posição no ranking das moscas. Em seu cartel profissional, a norte-americana já atuou por 19 vezes, vencendo 13 e saindo derrotada em seis ocasiões, uma delas para Ronda Rousey, em 2013, pelo título das galos (até 61,2kg.), que hoje pertence à brasileira Amanda Nunes.

Shevchenko, por sua vez, possui 19 embates, 16 triunfos e apenas três derrotas em seu cartel profissional no MMA.

 

Notícias relacionadas

Deixe seu comentário