Whittaker enfrenta Adesanya pela unificação do título dos médios em outubro, diz site

Atletas realizam o aguardado combate que definirá o campeão absoluto da divisão no UFC 243, em Melbourne, na Austrália

R. Whittaker (esq.) enfrenta I. Adesanya (dir.) pelo UFC 243, em outubro. Foto: Montagem SL / MMA Press

O campeão linear, Robert Whittaker, e interino, Israel Adesanya, devem se encontrar no dia 6 de outubro, pelo UFC 243, em Melbourne (Austrália).  A informação foi divulgada pelo site ‘Combate’. Caso seja oficializado pelo Ultimate, o embate representará o duelo pela unificação do título dos médios (até 83,9kg.) da companhia.

Veja Também

Dana revela que não há mágoas por aposentadoria de Brock Lesnar
Brasileira Karolline Rosa assina contrato com o UFC e estreia em agosto, na China
Borrachinha acusa ex-treinador de tentar chantageá-lo em caso de doping

A divisão dos médios, que tem sido cada vez mais conhecida pelo alto nível dos atletas que figuram no topo da categoria, está próxima de ter seu campeão absoluto definido. O presidente Dana White, em entrevista meses atrás, já havia confirmado o desejo de que o card fosse levado para a Austrália, já que os dois representantes possuem raízes no país.

A ideia inicial era de que o duelo ocorresse em Sidney, cidade mais populosa do país. No entanto, o local receberá, na mesma data, a final do torneio nacional de Rugby, esporte muito reconhecido na Austrália. Coube a diretoria do Ultimate, então, alterar o espetáculo para Melbourne, outra grande cidade australiana.

Caso confirmado, o combate será um dos mais aguardados do ano, já que traz dois atletas de alto nível, além de uma unificação de título.

Robert, que está recuperado de uma lesão que o tirou da luta pelo cinturão contra Kelvin Gastelum no UFC 234, que marcaria a luta principal do evento, ocorrido em fevereiro. O neozelandês não luta há mais de um ano, quando derrotou Yoel Romero no UFC 225 em que realizaria a primeira defesa do seu cinturão. No entanto, o cubano não bateu o peso limite da categoria e a disputa não foi válida pelo título.

Caso Robert e Israel cumpram o compromisso com a balança, esta será, oficialmente, a primeira vez em que Whittaker atuará como campeão linear da categoria.

Adesanya, ao contrário do rival, se manteve ativo durante os anos de 2018 e 2019. No ano passado, o nigeriano atuou por impressionantes cinco vezes. Este ano, o atleta realizou um combate sangrento e que empolgou o público do MMA quando encarou e derrotou Kelvin Gastelum no encontro válido pelo cinturão interino dos médios, pelo UFC 236, em abril. Na ocasião, Israel foi declarado vencedor por decisão unânime dos juízes e se conquistou o direito de enfrentar Robert.

Whittaker, atualmente com 28 anos, soma 24 lutas e 20 triunfos em seu cartel profissional. Sua última derrota ocorreu em 2014, quando foi surpreendido pelo norte-americano Stephen Thompson no UFC 170.

Adesanya, de 29, por outro lado, possui um cartel intocável até o momento. O atleta já se apresentou em 17 oportunidades e nunca sofreu uma derrota.

 

Notícias relacionadas

Deixe seu comentário