Cejudo passa por cirurgia no ombro e só deve voltar a lutar em 2020

Campeão dos moscas e galos passa por intervenção para corrigir lesão sofrida contra Marlon Moraes, no UFC 238

H. Cejudo passa por cirurgia e só retorna aos octógonos em 2020. Foto: Reprodução/Instagram @henry_cejudo

O novo campeão dos galos (até 61,2kg.) e atual detentor do título dos moscas (até 56,7kg.), Henry Cejudo deve ficar afastado do MMA  até 2020. O atleta sofreu uma lesão no ombro no combate contra Marlon Moraes no UFC 238, e precisará passou por uma cirurgia no local. A informação foi divulgada pela ‘ESPN’ e confirmada pelo atleta em sua conta oficial no Instagram. O tempo de recuperação estipulado é de quatro a cinco meses.

Veja Também

Whittaker enfrenta Adesanya pela unificação do título dos médios em outubro, diz site
Dana revela que não há mágoas por aposentadoria de Brock Lesnar
Brasileira Karolline Rosa assina contrato com o UFC e estreia em agosto, na China

No último dia 8 de junho, quando enfrentou Moraes, o norte-americano acabou rasgando o músculo subescapular, localizado na região posterior do ombro. A intervenção cirúrgica, então, terá como objetivo corrigir a lesão e garantir que o atleta retorne a atuar em alto nível em seus compromissos futuros.

Em sua conta oficial no Instagram, o atleta publicou uma imagem em que aparece em uma cama de hospital após passar pela cirurgia. O atleta agradeceu aos médicos e fãs pelo apoio.

“Pessoal, é o ‘Triplo Campeão’ (campeão olímpico, dos moscas e galos) aqui com as últimas notícias de hoje. Estarei fora nos próximos meses. Na minha última luta, eu lesionei meu ombro no final do primeiro round. Em todos os meus anos de competição, eu nunca tive uma lesão que precisava de cirurgia. Então, isso é novo para mim. Obrigado pelo apoio. Estarei de volta mais rápido do que vocês imaginam”, escreveu o atleta.

O incidente coloca uma pausa na carreira do lutador, que, após se tornar mais um detentor de dois títulos em categorias diferentes do Ultimate, lançou vários desafios a lutadores a fim de continuar construindo seu legado na história do MMA.

Cejudo recentemente declarou o desejo de desafiar ex-campeões dos galos como Dominick Cruz e Colby Covington. Segundo o lutador, sua motivação é derrotar lendas do esporte e se tornar, de fato, o maior peso por peso do mundo, cargo atualmente ocupado por Daniel Cormier, que foi campeão dos meio-pesados (até 93kg.) e, hoje, figura como dono do cinturão dos pesados (até 120kg.).

A última investida de Henry, que também é notável por ter sido campeão olímpico representando os Estados Unidos em Pequim (China), em 2008, foi a manifestação da vontade de subir novamente de divisão e encarar o compatriota Frankie Edgar pelo título dos leves (até 65,7kg.). Esta situação pode acontecer caso Edgar derrote Max Holloway no confronto válido pelo cinturão da divisão, no UFC 240, em 27 de julho.

Henry migrou do Wrestling profissional para o MMA em 2013. Desde então, o lutador tem aperfeiçoado suas habilidades e ganhado cada vez mais respeito no universo das artes marciais mistas. Aos 32 anos, o atleta já atuou por 15 vezes e foi derrotado em apenas duas ocasiões. Uma, em 2016, Demetrious Johnson pelo título dos moscas, que foi vingada em 2018; e outra também em 2016, para Joseph Benavidez.

 

Ver essa foto no Instagram

 

Hey Guys , Triple C here with today’s breaking news. I will be on the sidelines for the next months to come. In my @ufc Bantamweight World title fight 10 days ago I tore my rotator cuff late in the first round . In all my years of competing, I have never had an injury that requires intrusive surgery, so this is new to me 😥. Thank you Dr. Tokish at Mayo Clinic for performing a successful surgery with tremendous skill, passion , precision and care. Because of you I be able to attack my rehab with confidence & the same fervor and focus as my training . Everything in Life happens for a reason. This will make me better . Thank you for support & Don’t count me out just yet I will be back faster than you say Olympic Champ , UFC Flyweight & Bantamweight Champ , Greatest Combat athlete of all time and Pound for Pound , Oh and lest not forget ESPY fighter of the Year 🤔 – Triple C🥇🏆🏆

Uma publicação compartilhada por Henry Cejudo (@henry_cejudo) em

Notícias relacionadas

Deixe seu comentário