Jon Jones quer treinar Robert Whittaker para luta contra Israel Adesanya

Campeão meio-pesado oferece ajuda ao detentor do título linear dos médios para combate que deve acontecer no fim do ano

J. Jones (esq.) quer treinar R. Whittaker (dir.). Foto: Montagem SL / MMA Press

Um dos maiores atletas de MMA da história, Jon Jones, ofereceu sua ajuda para a preparação do campeão linear dos médios (até 83,9kg.), Robert Whittaker, em seu duelo contra o detentor do cinturão linear, Israel Adesanya. Em entrevista recente para a promoção do UFC 239, Jones mostrou respeito a Robert e se colocou à disposição do atleta para auxiliar em seus treinamentos para o combate que acontecerá no fim do ano.

Veja Também

Após derrota para ‘Zumbi Coreano’, Moicano despenca no ranking penas
Campeão do Bellator, Ryan Bader quer revanche contra Lyoto, algoz no UFC
Derrotado em 2013, Jussier Formiga não encara luta contra Benavidez como revanche

O duelo entre Whittaker e Adesanya marcará um dos maiores encontros deste ano. Nele, os atletas realizarão o embate que confirmará após seu fim o detentor do título absoluto da categoria. Atualmente, Robert é o campeão linear, enquanto Israel Adesanya possui o cinturão interino. O nigeriano conseguiu se colocar na condição de número um após derrotar o norte-americano Kelvin Gastelum em abril, pelo UFC 236.

Para se preparar, Whittaker recebeu uma ajuda de peso. Jon Jones anunciou recentemente o desejo de estar presente nas sessões de treinamento de Robert a fim de auxiliar na preparação do australiano no embate contra o nigeriano. Na ocasião, ‘Bones’ elogiou o campeão linear, que prontamente respondeu o norte-americano.

“Tenho muito respeito por você”, escreveu Whittaker no Instagram.

Após o comentário, Jones também fez questão de mostrar sua admiração a Robert a quem enviou outra mensagem.

“Apenas se mantenha bem. Eu ficaria honrado em ajudá-lo na preparação para sua luta. Vamos deixar você mais do que preparado”, publicou Jones.

Apesar de sua indiscutível habilidade como lutador, Robert terá outro adversário pela frente, além de Adesanya. O australiano não entra em um octógono desde junho do ano passado, há mais de um ano. O atleta passou, nos últimos meses, por uma série de lesões graves que o impediram de se manter ativo dentro da organização. Portanto, o peso médio terá que se preparar muito para conseguir enfrentar, de igual para igual, um oponente que realizou diversas lutas nos últimos dois anos.

O embate entre Whittkaker e Adesanya está sendo negociado para ocorrer no dia 6 de outubro e pode marcar a luta principal do UFC 243, em Melbourne, na Austrália.

 

 

Notícias relacionadas

Deixe seu comentário