Dana fala sobre estado de saúde de Ben Askren após nocaute relâmpago: ‘Ele está bem’

Presidente do Ultimate tranquiliza fãs após norte-americano sofrer nocaute brutal de Jorge Masvidal no UFC 239

J. Masvidal golpeia B. Askren após nocaute relâmpago. Foto: Reprodução/Instagram @ufc

Algo histórico aconteceu no UFC 239. No duelo que marcou a terceira luta do card principal do evento ocorrido no último sábado (6), em Las Vegas (EUA), Ben Askren entrou para a história após sofrer o nocaute mais rápido da organização para Jorge Masvidal. Foram apenas cinco segundos. Após ser surpreendido por uma joelhada voadora de encontro ao rosto, Askren desabou no chão e preocupou a equipe médica do Ultimate. Dana White, presidente da companhia, no entanto, tranquilizou os fãs ao dizer que o atleta estava bem. A informação foi dada em coletiva após o evento.

Veja Também

Amanda Nunes e Jon Jones faturam quase R$2 milhões após UFC 239
Mesmo com derrota no UFC 239, técnicos de Marreta dizem: ‘Chocou o mundo’
Lutadores apontam vitória de Marreta sobre Jon Jones no UFC 239

“Tudo isso veio negativamente para ele, mas ele está bem. Sei que ele não está totalmente bem (pela derrota), mas vai ficar bem”, disse o mandatário.

Mesmo derrotado, White tratou de elogiar Ben. Segundo o presidente, o atleta eles têm uma boa relação e admira a coragem do atleta ao encarar qualquer oponente que seja oferecido.

“Eu gosto do Ben (Askren). Nós finalmente o trouxemos para o UFC (em troca com o ONE FC pelo ex-campeão dos moscas Demetrious Johnson). Nós nos divertimos. Ele enfrentou dois adversários duros em suas primeiras apresentações (Robbie Lawler e Jorge Masvidal). O que eu mais respeito naquele garoto é que ele não tem medo de lutar contra ninguém. Ele tem desafiado grandes atletas e quer enfrentar todos”, declarou Dana.

No domingo (7), algumas horas após sua derrota relâmpago, Askren foi usou sua conta no Twitter para publicar uma breve frase que resume sua apresentação neste final de semana.

“Foi uma droga”, escreveu o meio-médio (até 77kg.).

Além da derrota, o revés marcou a primeira baixa no cartel do norte-americano que, antes de sábado, apresentava apenas vitórias, além de um combate sem resultado.

Aos 34 anos, Ben já foi detentor do cinturão do Bellator, entre os anos de 2010 e 2013 e, após migrar para o ONE FC, também ostentou o título da companhia concorrente ao Ultimate, entre 2014 e 2017. Pouco mais de um ano atrás, o norte-americano havia anunciado sua aposentadoria do esporte, após vencer o japonês Shinya Aoki em sua última apresentação pelo ONE. No entanto, o atleta foi seduzido a retornar ao MMA após uma proposta do UFC.

Askren realizou seu debute na ‘nova casa’ em duelo contra o ex-campeão meio-médio, Robbie Lawler, e conquistou uma vitória polêmica contra o compatriota. Na ocasião, Ben foi declarado vencedor por finalização, após o árbitro do embate interromper a peleja por considerar que Lawler havia desmaiado com um mata-leão aplicado por Askren. No entanto, para muitos, Robbie ainda estava consciente e poderia continuar tentando sair da posição.

Atualmente, o atleta soma 21 lutas, 19 vitórias, uma derrota e um combate sem resultado.

Notícias relacionadas

Deixe seu comentário