Aljamain Sterling critica Urijah Faber por desafio a Cejudo: ‘Vença um top 10’

Atual número dois dos galos se irrita com pedido de veterano por luta pelo cinturão, após vitória em retorno ao MMA, no UFC Sacramento

A. Sterling (foto) critica U. Faber por desafio a H. Cejudo. Foto: Reprodução/Facebook UFC

Embora tenha alegrado a muitos com seu retorno ao MMA, uma pessoa em especial parece não ter aprovado a volta de Urijah Faber ao esporte. Isso, porque, após derrotar Ricky Simon no último sábado (13), o veterano desafiou Henry Cejudo ao título dos galos (até 61,2kg.) que, caso agendado, Faber passaria na frente de Aljamain Sterling, que atualmente é o segundo colocado no ranking da divisão, na luta pelo cinturão, enquanto Faber sequer aparecia entre os 10 melhores. Sobre o assunto, Sterling fez questão de se manifestar contrário em suas redes sociais.

Veja Também

Henry Cejudo responde a desafio de Faber: ‘Cuidado com o que deseja’
Johnny Walker volta a provocar Jones: ‘Tem medo de perder para um desconhecido’
VÍDEO: Veja o nocaute de Germaine de Randamie sobre Aspen Ladd no UFC Sacramento

“Eu normalmente não faço isso (se manifestar nas redes sociais), mas, quando eu faço, é para parar as besteiras. Voltando aos negócios. Seu desafiante ao cinturão está aqui. Faber, grande vitória, mas você precisa, pelo menos, derrotar alguém do top 10. Deixa que eu cuido de Cejudo”, publicou o atleta.

Sterling conseguiu se aproximar de uma luta pelo cinturão após ter derrotado o brasileiro Pedro Munhoz, no UFC 238, ocorrido em junho deste ano. A diretoria e os atletas estavam apalavrados na questão de que o vencedor do embate seria o possível novo desafiante ao título, vago por TJ Dillashaw, que seria disputado na mesma noite entre Henry Cejudo e o friburguense Marlon Moraes. Na ocasião, Cejudo saiu vitorioso e ostentou seu segundo cinturão em duas divisões diferentes dentro da companhia.

Após seu triunfo, Henry declarou, ainda no octógono, o desejo de enfrentar lendas do esporte e citou nomes como os ex-campeões Cody Garbrandt e Dominick Cruz, além, claro, de Urijah Faber, que nunca foi campeão do UFC, mas tem em seu currículo o respeito e carisma, tanto dos fãs, quanto da diretoria. O ‘Garoto Californiano’, inclusive, é membro do Hall da Fama da empresa desde 2017.

Vindo de quatro triunfo consecutivos dentro do Ultimate, Sterling pode ter seus planos de encarar Cejudo frustrados, caso seja levado em conta a promoção de um duelo entre Cejudo e Faber, que poderiam ser considerados nomes mais atrativos para a produção de um evento mais lucrativo.

Mesmo assim, tanto Urijah quanto Aljamain deverão aguardar um tempo, caso desejem dividir o octógono com o atual campeão, já que o campeão olímpico passou recentemente por uma cirurgia no ombro e tem previsão de retorno ao MMA apenas em 2020.

Notícias relacionadas

Deixe seu comentário