UFC 145 tem venda expressiva de pay-per-views

Jon Jones na coletiva de imprensa do UFC 145 (Foto: Kevin C. Cox/Zuffa LLC)

Depois de um ano de 2011 com resultados abaixo do esperado nas vendas de pacotes de pay-per-view que culminou na aposentadoria de Brock Lesnar, um dos mais populares lutadores do UFC, a organização respira aliviada com o surgimento de uma nova estrela.

O UFC 145, liderado pela defesa do cinturão de Jon Jones contra Rashad Evans, vendeu 700 mil pacotes nos EUA. Esta marca é cerca de 35% superior ao antigo recorde em um evento liderado pelo jovem campeão (520 mil no UFC 135).

Com Lesnar, aposentado, e Georges St-Pierre, contundido, o UFC ficou sem seus maiores vendedores de pay-per-view, uma das fontes de renda mais importantes para a organização. O crescimento de Jones como vendedor de pay-per-views serve como alento para Dana White.

Cabe lembrar que as vendas do UFC 145 foram vitaminadas pela rivalidade criada entre Jones e Rashad. O ex-campeão já havia se provado neste aspecto quando vendeu um milhão de pacotes para o UFC 114, que contou com a luta contra Quinton Jackson, seu adversário no TUF 10.

O UFC deve estabelecer uma marca expressiva com o UFC 148, quando Anderson Silva e Dominick Cruz enfrentarão seus populares arquirrivais Chael Sonnen e Urijah Faber, respectivamente. Existe uma expectativa que este evento de 7 de julho supere o recorde de vendas, até hoje em poder de Brock Lesnar vs Frank Mir 2 no UFC 100, com mais de 1,5 milhão de pacotes vendidos.

Notícias relacionadas

Deixe seu comentário