Anderson Silva recebe cidadania norte-americana: ‘Este é meu país agora’

Ex-campeão dos médios e lenda do MMA é oficializado como cidadão dos Estados Unidos

A. Silva (foto) recebe cidadania norte-americana. Foto: Reprodução/Instagram @spiderandersonsilva

O ex-campeão peso médio até (83,9kg.), Anderson Silva, agora, é oficialmente um cidadão dos Estados Unidos. O atleta recebeu, recentemente, os documentos que comprovam sua nova nacionalidade em cerimônia realizada em Los Angeles. O evento contou com cerca de oito mil pessoas que também foram naturalizados norte-americanos, além da família do lutador de 44 anos.

Veja Também

Chris Weidman sobe de categoria e estreia entre os meio-pesados em outubro, diz site
Próxima a última luta pelo UFC, Cyborg não fala sobre renovação com empresa
UFC projeta luta entre Ben Askren contra Demian Maia, diz site

“Eu estou muito feliz. É um grande momento para mim e para a minha família”, disse ‘Spider’.

O atleta ressaltou que ainda tem um laço afetivo com o Brasil, além de possuir parentes no país tupiniquim. No entanto, Anderson falou com gratidão sobre o país norte-americano e todos os benefícios que os Estados Unidos o trouxeram ao longo de toda a sua carreira.

“Eu tenho minha família no Brasil, minha mãe e meus irmãos moram lá. Mas acho que esse é meu país agora. Tudo o que os Estados Unidos me deram, é hora de retribuir”, finalizou o paulista.

Dono de uma carreira incontestável, Silva se mudou para os Estados Unidos há mais de 10 anos. O lutador construiu sua fama em solo norte-americano ao se tornar um dos melhores e mais rentáveis atletas de MMA de todos os tempos. No UFC, Anderson foi campeão dos médios por quase sete anos. O lutador conseguiu realizar um número de defesas de cinturão que só foi ultrapassado pelo peso mosca, Demetrious Johnson. Ao todo, ‘Spider’ realizou 10 defesas com sucesso, até ser derrotado por Chris Weidman em julho de 2013.

Aos 44 anos, Anderson ainda permanece atuando pelo Ultimate. O atleta, no entanto, não atravessa uma boa fase na carreira. 15º no ranking, Silva, hoje, soma apenas três triunfos em seus últimos 10 combates. O brasileiro não vence um combate desde fevereiro de 2017, quando derrotou Derek Brunson na decisão unânime dos juízes pelo UFC208.

Silva se mantém firme na decisão de se manter lutando. Em seu último compromisso, o atleta foi derrotado por nocaute técnico ao receber um forte chute no joelho e não ter condições de continuar o combate contra Jared Canonier.

Ao longo de sua carreira, Anderson lutou por 44 vezes, vencendo 34, perdendo nove e também conta com um duelo sem resultado.

Notícias relacionadas

Deixe seu comentário

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments