Após assinar contrato com o UFC, Antônio ‘Malvado’ é flagrado em exame antidoping

Atleta, que chamou a atenção de Dana White no reality ‘Contender Series’, cai em teste com substância de melhora de performance

A. Malvado no ‘Contender Series’. Foto: Reprodução/Instagram @atrocolima

Conhecido como ‘Malvado’, o peso médio (até 83,9kg.) Antônio Trocoli conseguiu chegar onde muitos atletas de MMA desejam. O baiano, após uma boa apresentação no ‘Contender Series’, conseguiu assinar um contrato com o UFC e, de quebra, ser elogiado por Dana White. No entanto, uma notícia abalou a situação do lutador. Antônio foi flagrado em um exame antidoping o qual apontou a ingestão de uma substância proibida (nandrolona – anabolizante) por parte do brasileiro. A informação foi divulgada pelo ‘Combate’, confirmada e comentada pela equipe de Trocoli.

Veja Também

Em alta no UFC, Greg Hardy provoca Ngannou: ‘Não é um atleta’
Próximo de luta entre Colby e Lawler, campeão Usman prefere não arriscar vencedor
Campeã mundial de boxe, Claressa Shields pede luta contra Amanda Nunes

“Estamos começando a aprender como funciona esse processo de testar os suplementos para descobrir onde houve essa adulteração. O UFC está ajudando no processo para que a situação se clareie logo e ele possa fazer a estreia o quanto antes, contou o empresário de ‘Malvado’, Lucas Lutkus.

A última apresentação do brasileiro pelo reality aconteceu no último dia 9. Na ocasião, o atleta enfrentou o norueguês, então invicto na carreira, Kenneth Bergh, e conseguiu uma vitória por finalização com menos de quatro minutos de combate. Após o triunfo, o lutador nascido em Salvador foi muito elogiado pelo mandatário do Ultimate, Dana White.

“Vou dizer só isso: gosto de tudo sobre esse cara (Antônio). Ele é bom fisicamente, tem personalidade. Mas, se você assistir a luta, quando ele quebra o pé, sente a dor, mas não demonstra isso. Ele não cai, ele continua lutando, indo para cima, continua destruindo. Gostei de tudo nesse cara”, disse o presidente do UFC.

Aos 28 anos, Trocoli iniciou sua carreira profissional em 2013. Ao todo, o atleta disputou 15 combates, vencendo 13 e sendo derrotado em duas ocasiões. Seu último revés aconteceu em 2017, quando o lutador foi superado pelo compatriota Marcelo Barbosa Ramos, no Jungle Fight. O lutador, antes da notícia sobre o doping, vinha de três conquistas consecutivas.

Notícias relacionadas

Deixe seu comentário

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments