Em alta no UFC, Greg Hardy provoca Ngannou: ‘Não é um atleta’

Recém-chegado no MMA, peso pesado fala sobre fera camaronesa e coloca em cheque as qualidade do ex-desafiante ao título da divisão

G. Hardy posa com bandeira dos EUA. Foto: Reprodução/Instagram @greghardyjr

O ex-jogador de futebol americano e atual lutador de MMA, Greg Hardy, aos poucos, vem se tornado um atleta com visibilidade dentro do UFC. Com polêmicas fora do esporte, o atleta vem tentando se tornar um lutador de respeito dentro da organização. Em seu último combate, o norte-americano precisou de menos de um minuto para derrotar Juan Adams, no último dia 20. Ciente de sua força física, Greg passou a afirmar que pretende enfrentar a elite de sua divisão. Um dos alvos, então, parece ter sido marcado. Em entrevista recente ao ‘Slipe n Dip’, o lutador falou sobre as qualidades de Francis Ngannou.

Veja Também

Próximo de luta entre Colby e Lawler, campeão Usman prefere não arriscar vencedor
Campeã mundial de boxe, Claressa Shields pede luta contra Amanda Nunes
Desafeto de Askren, Covington acredita que rival pode perder emprego em derrota para Demian Maia

Francis Ngannou é um lutador que tem as habilidades de um atleta, mas ele não é um atleta. Basta ver o que aconteceu com Francis quando enfrentou Miocic (em janeiro de 2018, pelo título dos pesados (até 120,2kg.). Foi um aviso, mas, desde o começo, eu disse a todo mundo que eu quero ser um atleta rodeado pelos melhores. Eu não quero ser bom apenas em uma característica. Eu quero assumir o controle”, disse Greg.

O lutador insistiu em dizer que o MMA não possui atletas bons em diversas áreas. Para Hardy, os combatentes se acomodaram após perceberem que já estavam capacitados a atuar em certa condição, que se esqueceram de aprimorar suas habilidades.

“Acho que não há tantos atletas por aí. Está começando a ficar claro. Está começando a aparecer. A maioria das pessoas está na luta há tanto tempo, que perderam a ambição de se tornarem atletas reais e se conformaram com o movimento básico”, finalizou o norte-americano.

Mesmo com as afirmações sobre a qualidade questionável dos lutadores de seu meio, Greg ainda não foi capaz de mostrar suas habilidades além da força descomunal. Desde que estreou no MMA no ano passado, o gigante realizou seis confrontos, perdendo apenas um, por desqualificação. Atualmente Hardy tem 31 anos e ainda não está ranqueado na divisão dos pesados.

Ngannou, de 32 anos, vem de três grandes vitórias dentro do UFC. Nas duas últimas, o atleta conseguiu superar com facilidade dois ex-campeões da divisão: Cain Velasquez e o brasileiro Júnior Cigano. Em segundo no ranking, o atleta aguarda mais uma chance de disputar o título após o resultado do combate entre Daniel Cormier (campeão) e Stipe Miocic, em 17 de agosto, pelo UFc 242.

Notícias relacionadas

Deixe seu comentário