Desafeto de Askren, Covington acredita que rival pode perder emprego em derrota para Demian Maia

Ex-campeão interino dos leves afirma que derrota relâmpago para Masvidal manchou a carreira de Ben e que novo revés pode significar sua demissão

C. Covington (foto) volta a provocar B. Askren Foto: Reprodução/Instagram @colbycovmma

O ex-campeão interino dos leves (até 70,3kg.), Colby Covington, voltou a mencionar o nome de Ben Askren em uma entrevista. Desafeto público do norte-americano, o falastrão afirmou que a derrota de Ben para Jorge Masvidal, no início de julho, colocou um ponto de interrogação na carreira do rival. Para Colby, caso seja confirmado um combate contra Demian Maia, e o norte-americano volte a ser derrotado, isso pode custar o emprego do atleta. As declarações foram feitas em entrevista recente ao ‘Sirius XM’.

PUBLICIDADE:

Veja Também

“Nós descobrimos (após a derrota para Masvidal) que ele é superestimado. Ele lutou com um bando de perdedores em salas de bingo asiáticas. As pessoas querem pensar que ele é esse Grande Tubarão Branco, mas ele realmente é um simples trabalhador e não deveria estar no UFC. Logo estará desempregado”, declarou Colby.

Após a derrota relâmpago, o Ultimate tem se movimentado para agendar um combate de Askren contra o brasileiro Demian Maia. Conhecido por ser um grande wrestler, Ben pode ter a possibilidade de se redimir com o público e diretoria do UFC após sua catastrófica apresentação no UFC 239. Para Covington, no entanto, Maia tem as características necessárias para aplicar um novo revés ao antigo rival.

PUBLICIDADE:

“Ele não pode vencer Demian Maia em nenhum lugar. Demian vai estrangulá-lo se ele tentar levar a luta para baixo. Se ele quiser lutar em pé, vai se dar mal, porque ele tem punhos como se fossem travesseiros e tem medo de dar socos. Então, acho que Maia vai fazer picadinho dele”, comentou o ex-campeão interino.

O duelo entre Ben e o brasileiro, no entanto, ainda não foi oficializado pelo UFC. Os indícios, porém, é que o combate seja agendado após Askren receber a liberação médica para retornar aos treinamentos.

PUBLICIDADE:

Atualmente, Covington é o segundo colocado no ranking da divisão dos meio-médios (até 77kg.). O atleta tem uma luta confirmada para este final de semana, pelo UFC Newark, contra o também ex-campeão, Robbie Lawler. Os lutadores realizarão a luta principal e o vencedor poderá ter a chance de desafiar o campeão, Kamaru Usman, quando o atleta se recuperar de uma cirurgia para correção de duas hérnias de disco.

PUBLICIDADE:

Podcast #68: Adesanya, Poatan e Volkanovski: Tudo sobre o UFC 276



Comentários

Deixe um comentário