A três dias da revanche contra DC, Miocic mostra confiança em vitória: ‘Terei meu cinturão de volta’

Ex-campeão revela surpresa por agendamento de combate e afirma que novo encontro com Cormier vai ser diferente do primeiro

S. Miocic (foto) com seu antigo cinturão. Foto: Reprodução/Twitter @ufc_brasil

O cinturão dos pesados (até 120,2kg.), será novamente colocado em jogo neste sábado (17), pelo UFC 241. No evento, o ex-detentor do título, Stipe Miocic, tentará recuperar seu posto, perdido em julho do ano passado, quando foi derrotado por Daniel Cormier. Na ocasião, Miocic foi derrotado por nocaute no primeiro round, no entanto, para a peleja deste final de semana, garante que não cometerá os mesmos erros da luta passada. A declaração foi feita em entrevista recente ao ‘Combate’.

Veja Também

De volta, Diaz explica motivo de optar por enfrentar Pettis: ‘Ele é melhor do que Khabib e Usman’
Quarta no ranking das moscas, Jennifer Maia enfrenta Katlyn Chookagian em novembro
Vindo de derrota, Minotouro enfrenta Trevor Smith no UFC São Paulo, em novembro, diz site

“Você certamente treina de forma diferente, trabalha seus pontos fracos, seus pontos fortes. Eu fiz muitas coisas de forma diferente, espero que tudo dê certo no fim. Eu não sei (o quanto ele mudou). Vamos descobrir. Talvez ele tenha mudado, talvez não. Eu não me importo com o que ele faça. Farei o que sei fazer e vou vencer essa luta”, declarou Stipe.

Miocic revelou surpresa ao ser avisado que teria uma oportunidade de recuperar seu antigo cinturão. Após vencer Miocic, Daniel e o UFC fizeram uma espécie de ‘força tarefa’ para realizarem uma super luta na qual estariam presentes DC e o ex-campeão, Brock Lesnar, afastado do MMA desde julho de 2016, quando enfrentou Mark Hunt. Durante o período de negociação, Cormier chegou a realizar uma defesa de cinturão, quando enfrentou e bateu o gigante Derrick Lewis, em novembro do ano passado. Após sua primeira defesa, a prioridade era realizar o combate contra o astro do WWE (luta livre). As negociações, no entanto, se arrastaram e as partes não conseguiram chegar a um valor que convencesse Lesnar a retornar às artes marciais mistas. Quando o as negociações foram oficialmente encerradas, a diretoria do Ultimate agiu rápido e agendou a sonhada revanche de Miocic contra seu último algoz. Neste meio tempo, Stipe permaneceu inativo dentro das competições.

“(Durante o período parado) aproveitei a vida. Minha filha nasceu e pude curtir bastante. Tentei deixar meu corpo e minha mente descansarem e digerirem tudo. Foi ótimo, foi muito bom. Eu não acreditei (que teria a revanche), não sabia muito o que esperar. Achei que era uma piada. Não fazia ideia, mas fiquei muito feliz quando finalmente deu certo, de verdade. Estamos aqui e finalmente terei meu cinturão de volta”, disse o ex-campeão.

Tanto para esta, quando para o último encontro entre os pesados, não houve provocações de ambas as partes. Daniel, que também é muito conhecido por suas discussões com seu eterno rival, Jon Jones, respeitou Stipe em todas as ocasiões, deixando as questões a serem resolvidas apenas para dentro do octógono. Stipe seguiu a mesma estratégia.

“Eu acho que toda luta é pessoal, mas também é sobre negócios. Ao mesmo tempo, não ligo para o que ninguém pensa. Eu vou entrar lá, vou vencer a luta, vou sair de lá com o cinturão na minha cintura”, finalizou o lutador.

Neste sábado, Miocic irá realizar seu 22º compromisso como lutador profissional. O atleta soma 18 triunfos e apenas três derrotas na carreira; uma delas para o brasileiro Júnior Cigano, em 2014.

Cormier, por sua vez, fará sua 25ª peleja. O atleta tem 22 vitórias, uma derrota e um duelo sem resultado.

Notícias relacionadas

Deixe seu comentário