Antes de aceitar luta contra Nate, Pettis afirma que duelo contra McGregor foi oferecido

Norte-americano confirma que nome do irlandês foi citado como possível desafiante para seu próximo compromisso

A. Pettis (foto) afirma que luta contra C. Mgregor foi oferecida. Foto: Reprodução/Instagram @showtimepettis

O ex-campeão dos leves (até 70,3kg.), Anthony Pettis terá um grande desafio neste sábado (17), pelo UFC 241. O norte-americano enfrentará o polêmico Nate Diaz na luta co-principal do evento, nos Estados Unidos. O que poucos sabem é que Pettis poderia ter pela frente Conor McGregor como seu adversário. Em entrevista recente ao ‘MMA Fighting’, o ‘Showtime’ afirmou que a negociação, no entanto, não encaminhou.

Veja Também

Caso volte a derrotar Miocic, Daniel admite: ‘Serei o melhor peso pesado da história’
Santiago Ponzinibbio quer descer para os leves e encarar Khabib: ‘Sei que posso vencê-lo’
Vídeo: Conor McGregor agride pessoa em bar na Irlanda e é contido

“Primeiro, foi (oferecido) o McGregor e eu pensei: ‘vamos lutar no Madison Square Garden (Nova York)’. Alguma coisa deu errado e aí me ofereceram Nate (Diaz). Eu disse: ‘vamos ver o que acontece’, contou o lutador.

Pettis, no entanto, confessou que não se frustrou por não ter o combate contra o irlandês confirmado. É de conhecimento dos atletas e entusiastas de MMA que um duelo contra Conor pode render uma quantia em dinheiro considerável, haja vista a boa promoção das lutas feitas pelo irlandês.

“Realmente não importa. Vou enfrentar o melhor do mundo. Nate é um desses caras. Ele é definitivamente um cara duro. Mesmo que eu e Nate tenhamos nossas desavenças, eu respeito o jogo dele”, declarou Pettis.

Anthony ainda elogiou o estilo de luta imposto por Diaz, que é conhecido por provocar seus adversários dentro do octógono e travar verdadeiras batalhas em suas lutas. Embora nunca tenha sido campeão do UFC, Nate carrega consigo um grande número de admiradores dentro do esporte e ainda goza de prestígio com a diretoria do UFC.

“Ele é um dos atletas favoritos do público. Ele vai partir para cima de mim. Ele não vai tentar segurar a luta por 15 minutos (três rounds) esperando a decisão dos juízes e eu respeito isso nele”, finalizou o ‘Showtime’.

Pettis foi campeão dos leves do Ultimate entre 2013 e 2014. O lutador conquistou o cinturão após bater Ben Henderson, no UFC 164. O norte-americano defendeu seu título em uma ocasião, mas veio a perdê-lo para o brasileiro Rafael dos Anjos em 2015. Após um período de instabilidade dentro da organização, Anthony se aventurou a lutar pelos penas (até 65,7kg.), mas enfrentou problemas com corte de peso e retornou aos leves.

Hoje, o lutador atua pelos meio-médios e tenta retornar aos seus momentos de glória na empresa na nova divisão. Em sua última atuação, o lutador conquistou uma ótima vitória sobre o ex-desafiante ao título da categoria, Stephen Thompson, em março desse ano.

Para este sábado, Diaz retorna de um período de três anos de inatividade. O último duelo do norte-americano foi na derrota para Conor McGregor, ocorrido em 2016.

Notícias relacionadas

Deixe seu comentário

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments