Masvidal aceita desafio de Nate Diaz e confirma negociação: ‘Vamos dar aos fãs o que eles querem’

Norte-americano foi convidado pelo compatriota a dividirem o octógono em um evento no futuro; ambos são famosos por suas declarações ácidas e boas apresentações

J. Masvidal em vitória no UFC 239. Foto: Reprodução / Facebook @ufc

O norte-americano Jorge Masvidal parece ter um novo desafio em mente. Após ter as propostas de lutar pelo cinturão (contra Kamaru Usman) e enfrentar Conor McGregor negadas, o atleta confirmou a negociação para encarar o polêmico Nate Diaz em um futuro próximo, que desafiou Jorge após sua atuação no último final de semana, no UFC 241. A informação foi divulgada em seu canal no ‘YouTube’ criado recentemente.

Veja Também

Após derrota, Cormier manda recado para família e fãs: ‘Desculpem ter decepcionado’
Ronda Rousey quase perde o dedo em gravação de seriado para TV nos EUA
Borrachinha ganha cinco posições e é o 2º no ranking dos médios

“Nós estamos negociando (a luta) agora. Vamos dar aos fãs o que eles querer assistir. Dois cachorros trancados no octógono mirando a jugular”, disse Masvidal.

O meio-médio (até 77kg.), no entanto, tratou de endossar suas qualidades e raça para tratar seus combates. O norte-americano é conhecido por sua agressividade e consistência em suas investidas sobre seus oponentes. Masvidal, também, elogiou o seu provável adversário para o combate, que também é conhecido pela alta capacidade de absorver golpes e seguir caminhando para frente.

“Vocês sabem que posso ser acertado com um taco de baseball e não sentir nada. A mesma coisa acontece com meu rival. Você pode bater naquele cara com um taco nos joelhos e ele vai continuar caminhando em sua direção. É uma luta que os fãs querem e nós vamos fazê-la. Vou dar o meu melhor e eu sei que Nate vai fazer o mesmo. Vamos nessa”, finalizou Jorge.

Atualmente, os dois atletas somam 34 anos. Masvidal estreou no UFC em 2013. Em toda a sua carreira, o atleta conseguiu somar um considerável número de combates. Ao todo, o norte-americano já atuou em 46 oportunidades, vencendo 33 e perdendo 13. O lutador, hoje, figura na terceira posição no ranking dos meio-médios. Em seu último compromisso, Jorge conseguiu o nocaute mais rápido da história, ao bater Ben Askren em apenas cinco segundos de combate.

Conhecido por ser um dos combatentes mais folclóricos do Ultimate, Nate Diaz está saindo de um hiato de três anos na carreira. No último final de semana, o falastrão retornou ao octógono e bateu com tranquilidade o ex-campeão dos leves (até 70,3kg.), Anthony Pettis. Ao todo, o norte-americano soma 31 embates, com 20 triunfos e 11 reveses.

Notícias relacionadas

Deixe seu comentário

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments