Brasileiro vence evento de MMA e doa bolsa para rival em Salvador

Filipe Esteves vence Rildeci Dias, mas, ao saber de situação financeira de adversário, opta por repassar quantia recebida para oponente

F. Esteves após vitória no BrazilMMA. Foto: Reprodução/Instagram @filipeesteves_

Uma verdadeira amostra de solidariedade pôde ser vista após um evento de MMA em Salvador (BA), ocorrida no último sábado (17). Após encarar Rildeci Dias em luta válida por cinturão no evento ‘BrazilMMA’, o peso mosca (até 61,2kg.), Filipe Esteves resolveu doar o dinheiro recebido para o combate para seu rival. A decisão partiu do fato de Filipe tomar conhecimento que seu oponente teve que custear a viagem de Belém para a Bahia e viajou cerca de 35h. Além disso, o valor recebido pelo adversário seria de R$500. Em entrevista ao ‘MMA Fighting’, Esteves falou sobre a atitude.

Veja Também

Em negociação, presidente do Bellator acredita em acerto com Cyborg: ‘Isso leva um tempo’
Vídeo: Bar irlandês nos Estados Unidos descarta garrafas de uísque de Conor em vaso sanitário
Duelo entre Demian Maia e Ben Askren é confirmado como luta principal do UFC Singapura

“Eu vi a situação dele. Ele é um batalhador, deixando Belém (PA) com destino à Salvador para receber apenas R$500. Isso me tocou. Ele é um atleta experiente, que já lutou pelo mundo todo. Tem mais de 30 combates e uma situação dessas é como a de muitos outros lutadores no Brasil. Eu decidi fazer algo a respeito”, desabafou Filipe.

A generosidade de Esteves tem ganhado repercussão mundial, sendo divulgada, inclusive, em veículos de mídia internacionais. O lutador de 29 anos ainda não foi derrotado em sua carreira profissional no MMA. Em sete combates, Esteves nunca permitiu que um duelo chegasse para o resultado dos juízes. Foram, ao todo, três nocautes e quatro finalizações.

No confronto contra Rildeci, Filipe conseguiu superar o adversário ao aplicar uma finalização antes do primeiro minuto do segundo round do duelo. A conquista marcou a 9ª derrota de Dias, que soma 32 combates, aos 33 anos.

Após o revés, Rildeci falou sobre a surpresa ao ser anunciado que ele receberia a bolsa como vencedor do combate. O atleta se mostrou surpreso e se emocionou com a atitude do companheiro de profissão.

“Eu nunca achei que veria um atleta fazer isso, mas Filipe tem um coração gigante e é uma pessoa humilde. Ele contou que tomou a decisão antes de lutar; perdendo ou ganhando. Eu chorei muito”, disse Dias.

Esteves, também, não está estável economicamente. Recentemente, o atleta, que é membro da Seleção Brasileira de Wrestling, deixou de marcar presença em uma competição no Cazaquistão por não conseguir arcar com os custos da viagem. O atleta nascido em Salvador alterna entre o MMA e o Wrestling e sonha em um dia, integrar o grupo de lutadores do Ultimate.

“Estou me dividindo em duas vidas diferentes. É um sonho lutar as Olimpíadas, mas também é um sonho estar no UFC. Eu tenho uma filha de 10 meses e tenho que garantir meu futuro. A vida de um atleta olímpico não muda a situação financeira de ninguém, então, o MMA é meu maior recurso no momento”, finalizou Filipe.

No instagram do lutador, alguns admiradores da atitude do atleta começam a surgir, relatando que passarão a acompanhar a carreira de Esteves após a nobre atitude.

 

 

Deixe seu comentário