Massaranduba encara Bobby Green no UFC São Paulo, em novembro, diz site

Brasileiro tenta se recuperar de derrota controversa para Alexander Hernandez na capital paulista

F. Massaranduba (foto) em vitória pelo UFC. Foto: Reprodução/InstagramUFC

O brasileiro Francisco Massaranduba terá uma chance de se recuperar da controversa derrota sofrida em julho para Alexander Hernandez. O piauiense irá encarar o experiente Bobby Green em uma das lutas do UFC São Paulo, que acontece em 16 de novembro, na capital paulista. A informação foi divulgada pelo ‘MMA Fighting’. O compromisso marcará a segunda luta do atleta em 2019.

Veja Também

Vindo de duas derrotas, Serginho Moraes retorna o octógono no UFC São Paulo, em novembro, diz site
Com semblante sério, Jéssica bate peso e garante defesa de título contra Weili Zhang
Thiago Moisés é azarão no card preliminar do UFC Shenzen

Após seu revés no último combate, Francisco perdeu a esperada chance de fazer parte, oficialmente, da lista que consta a elite da categoria dos leves (até 70,3kg.), que hoje é reinada por Khabib Nurmagomedov. Atualmente, a divisão é considerada uma das mais difíceis do Ultimate, em função da grande quantidade de talentos presentes.

Aos 41 anos, Trinaldo irá completar seu 31º compromisso como atleta profissional do MMA. O combatente estreou no UFC em junho de 2012 e, desde então, já realizou 18 embates, vencendo 12 confrontos e saindo derrotado em seis oportunidades.

O oponente do brasileiro, apesar de mais jovem, apresenta mais pelejas oficiais como atleta das artes marciais mistas. Bobby Gree, de 32 anos, soma 33 lutas, com 24 triunfos e nove reveses.

O norte-americano estreou no UFC em 2013. Antes de participar do Ultimate, o atleta fazia parte do grupo de lutadores do extinto ‘Strikeforce’. Pela nova companhia, Green já subiu ao octógono em 10 oportunidades, vencendo cinco, sendo derrotado em quatro e empatando uma.

A situação do novo rival de Massaranduba, no entanto, não é das melhores no UFC. O atleta tem apenas um triunfo em seus últimos seis compromissos. Em caso de nova derrota, Bobby pode correr o risco de ser desligado da empresa. O lutador vem de derrota para Drakkar Klose, em dezembro do ano passado.

 

Notícias relacionadas

Deixe seu comentário