Khabib afirma que não pensa em tentar título em outra categoria: ‘Isso não faz de você uma lenda’

Russo explica motivos pelos quais pretende se manter atuando entre os leves e diz que invencibilidade é o que faz de um lutador uma lenda

K. Nurmagomedov (foto) fala legado no MMA. Foto: Reprodução/Instagram @khabib_nurmadomedov

O campeão dos leves (até 70,3kg.), Khabib Nurmagomedov, foge às regras do restante dos campeões do UFC. No momento em que a empresa se desdobra para realizar super lutas, com lutadores ostentando dois títulos em categorias diferentes, o russo afirma que prefere manter seu legado e invencibilidade apenas em sua divisão. Em entrevista recente na coletiva para o UFC 242, o lutador comentou sobre suas ideias.

PUBLICIDADE:

Veja Também

“Eu acho que se você quiser melhorar seu legado mudando de classe de peso, eu não acho que isso seja uma ajuda para você. Apenas uma coisa ajuda: você tem que derrotar os melhores. E quando você derrota adversários difíceis e ainda está invicto? Acho que isso é o que melhora o seu legado”, disse Nurmagomedov.

O russo insistiu que um atleta que não perdeu na carreira pode ser considerado um marco no esporte. Para ele, mais do que ostentar títulos em diferentes categorias, o que vale é encerrar a carreira sem manchas ou derrotas.

PUBLICIDADE:

“Quando você perde algumas vezes e vence um cinturão, dois, e aí você perde de novo; depois ganha um terceiro título. Isso não te faz o melhor. Na minha opinião, quando você é imbatível por muito tempo e nunca perdeu, isso é o que faz uma lenda”, adicionou o russo.

Por fim, o lutador confirmou que não pretende tentar uma super luta nas divisões acima ou abaixo da sua atual. O legado de Khabib, segundo o próprio atleta, continuará sendo construído entre os leves do UFC.

PUBLICIDADE:

“Quando você entra no octógono e aí você vence, vence e vence, isso ajuda a falarem sobre este cara. Eu não penso em lutar pelos meio-médios (até 77kg.) ou pelos penas (até 65,7kg.). Meu foco é nos leves”, finalizou Nurmagomedov.

PUBLICIDADE:

O discurso sobre invencibilidade pode ser encaixado perfeitamente no cartel de Khabib, que, aos 30 anos, nunca foi derrotado na carreira. O lutador soma 27 combates e não sabe o gosto da derrota.

O russo tem compromisso marcado para enfrentar o norte-americano, Dustin Poirier, em combate válido pela unificação do título dos leves. O duelo acontecerá neste final de semana e marcará o espetáculo principal do UFC 242.

 

Podcast #68: Adesanya, Poatan e Volkanovski: Tudo sobre o UFC 276



Comentários

Deixe um comentário