Borrachinha passa por cirurgia no braço e afirma que lutou lesionado contra Romero | SUPER LUTAS

AGORA

Assista à pesagem do UFC Las Vegas. AO VIVO

Borrachinha passa por cirurgia no braço e afirma que lutou lesionado contra Romero

Brasileiro realiza procedimento para correção em tendão do bíceps, no qual sofreu um rompimento parcial; lutador não tem data para voltar às lutas

P. Borrachinha teve uma ascensão meteórica nos médios do UFC. Foto: Reprodução/Instagram @borrachinhamma

O peso médio (até 83,9kg.), Paulo Borrachinha, passou por uma cirurgia para corrigir uma lesão no tendão do bíceps, no qual o atleta sofreu um rompimento parcial. O lutador afirmou que a situação não foi causada após o combate contra Yoel Romero, mas que já vinha com o problema desde antes do combate realizado em agosto, pelo UFC 241. Em entrevista ao ‘Combate’, o mineiro comentou sobre o procedimento e disse não ter data para retornar ao octógono.

Veja Também

“Já sabia dessa lesão. Lutei (contra Romero) com o braço lesionado, com 50% dele (tendão) rompido, ou seja, tinha só 50% de força no braço esquerdo, mas lutei e ganhei. Depois da luta, fiz um exame novamente e estava um pouco pior, muito inflamado e com edema. E, como a gente sabe que a próxima luta será pelo título, e vai demorar um pouco, mais de cinco meses provavelmente, então resolvi fazer essa cirurgia rapidamente”, contou Paulo.

A cirurgia foi realizada nos Estados Unidos, mais precisamente em Los Angeles. Segundo o atleta, ele poderá realizar movimentos com o braço no prazo de 10 dias, mas pode realizar atividades leves, quem não implicam a necessidade do braço operado, normalmente. A expectativa é que o lutador esteja pronto o mais rápido possível para lutar pelo título de sua divisão no ano que vem.

O lutador garantiu o direito de enfrentar o vencedor entre os campeões da divisão, Israel Adesanya (interino) e Robert Whittaker (linear), que travam um duelo pela unificação do título no dia 5 de outubro, pelo UFC 243, na Austrália. O próprio presidente do UFC garantiu a presenta do brasileiro no card, para que seja realizado o desafio apropriado ao campeão absoluto da categoria.

Sobre o combate de outubro, Borrachinha não ficou em cima do muro sobre sua opinião em quem sai vencedor do combate. Desafeto confesso de Adesanya, o lutador afirmou acreditar que o nigeriano não será capaz de superar Whittaker, conhecido por suas mãos pesadas e agressividade.

“Não estou apostando (no Adesanya), na verdade até acho que ele vai perder para o Whittaker. Mas, de uma forma ou outra, qualquer hora a gente vai ter que lutar, e quero muito lutar com ele porque ele é falastrão”, comentou o mineiro. “Já falou de mim para caramba na minha ausência, e vou cobrar dele a conta. Mas acho que ele vai perder para o Whittaker, que acho que é mais completo. Tem jiu-jítsu, tem wrestling, e o Adesanya só tem muay thai. Por isso ele vai sucumbir”, falou o lutador.

Borrachinha é uma das apostas do Brasil para a nova geração do MMA nacional. Atualmente, o atleta de 28 anos tem 13 lutas na carreira e nunca foi derrotado. Em seu cartel profissional o mineiro soma 11 nocautes.

Siga a pesagem do UFC Las Vegas. AO VIVO

 Qual o futuro de Anderson Silva e Vitor Belfort no Boxe?

Comentários

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments