Khabib leiloa camisa de Poirier e doa US$100 mil a projeto social de ex-rival

Após bater norte-americano, russo trocou camisas ainda no octógono e prometeu ajudar entidade de desafiante financeiramente

Khabib finaliza Poirier e defende cinturão. Foto: Reprodução / Twitter @ufc

O campeão dos leves (até 70,3kg.), Khabib Nurmagomedov prometeu e cumpriu. Após bater Dustin Poirier em luta válida pela unificação do título da categoria, no UFC 242, o russo vestiu a camisa do rival, prometendo leiloar a vestimenta e repassar o lucro a entidade suportada por Poirier (The Good Fight). Pouco mais de uma semana depois, Dustin revelou a quantia recolhida de US$100 mil (cerca de R$380 mil) e agradeceu em entrevista recente ao ‘MMA Fighting’.

Veja Também

Woodley afirma que pode migrar para os médios, mas apenas depois de bater Covington e Usman
St-Pierre volta a falar sobre luta contra Khabib: ‘Estou aposentado, mas sabem onde me encontrar’
Bisping prevê bom duelo entre Nate e Masvidal, mas faz ressalva: ‘Eles se respeitam muito’

“É ótimo porque vai ajudar muita gente. Estou orgulhoso disso. Agradeço a ajuda dele (Khabib) para a caridade. Está crescendo e sou muito grato por isso”, disse Poirier se referindo ao ato do atual campeão dos leves.

Khabib tem se tornado conhecido por suas ações em prol dos menos favorecidos. Em entrevista após o UFC 242, o atleta chegou a se dispor a encabeçar um card para ocorrer na África. Segundo o atleta, com apenas um evento na região, poderia arrecadar um alto valor e o dinheiro recolhido poderia ser repassado de forma integral para a população local, que sofre com diversos problemas sociais.

O lutador, também, prega o desapego material. Em entrevista recente, o atleta mencionou que o dinheiro não o seduz. O lutador, segundo o mesmo, já pode ser considerado um homem rico e ele não é movido pelo lucro. Recentemente, o pai do lutador, Abdulmanap Nurmagomedov, anunciou que Khabib não deve atuar por muito mais tempo. Segundo o pai, o interesse é fazer com que o russo realize pelo menos mais dois confrontos.

A ideia do Ultimate, atualmente, é realizar a aguardada peleja entre Nurmagomedov e Tony Ferguson, que já esteve para acontecer em quatro ocasiões diferentes, mas não ocorreu por conta de lesões dos dois combatentes. A outra luta é um desejo pessoal do russo. O Águia não esconde a admiração e o desejo de enfrentar o ex-campeão dos médios (até 83.4kg.) e meio-médios (até 77kg.), Georges St-Pierre.

As negociações com o canadense sempre foram muito difíceis com o Ultimate, mas Nurmagomedov faz questão de encerrar a carreira com o nome de Georges contando em seu cartel profissional.

 

Notícias relacionadas

Deixe seu comentário