Bethe Pitbull salva noite brasileira no card preliminar do UFC Cidade do México

Em luta equilibrada, Bethe venceu Sijara Eubanks na decisão; Ariane Sorriso, Vinicius Mamute e Marcos Dhalsim são derrotados

B. Correia salva Brasil no card preliminar do UFC Cidade do México. Foto: Reprodução/Facebook #ufc

Bethe Pitbull fez as pazes com a vitóriano UFC Cidade do México, evento realizado neste sábado (21). A paraibana, que não vencia desde 2016, travou uma dura batalha com Sijara Eubanks, mas derrotou a norte-americana na decisão unânime dos juízes (29-28,29-28, 29-28).

Saiba mais

Dedo no olho encerra luta principal do UFC Cidade do México em apenas 15 segundos e torcida se revolta
Rodriguez e Stephens estão empatados nas casas de apostas para a luta principal do UFC Cidade do México

Mais do que voltar a ter o braço erguido, Bethe salvou o time brasileiro no programa de abertura do show mexicano. Com quatro representantes, apenas ela deixou o octógono vitoriosa.

Antes de Bethe, Marcos Dhalsim foi dominado por Claudio Puelles, Paul Craig finalizou Vinicius Mamute com um mata-leão, enquanto Ariane Sorriso perdeu para Angela Hill por nocaute técnico (interrupção médica).

Bethe vence e faz as pazes com a vitória

Eubanks começou a luta acertando dois bons socos, mas logo Bethe equilibrou o duelo em pé, acertando bons golpes retos. No momento em que a brasileira crescia na disputa, a norte-americana derrubou Pitbull.

Por cima, Sijara controlou a disputa sem se expor até os segundos finais da parcial, quando conseguiu erguer o quadril e disparar vários golpes contra a cabeça de Bethe. A brasileira esteve perto de ser nocauteada, mas foi salva pelo gongo.

No segundo assalto, Bethe conectou bons golpes em Sijara. A norte-americana tentou atacar em queda, mas a brasileira defendeu bem todas as investidas. Pitbull ainda invertou as invertidas e controlou a peleja no clinch.

Com Eubanks bastante cansada, Bethe acertou os melhores golpes no início do terceiro round. A norte-americana se frustrou em investidas de queda, enquanto a brasileira mostrava mais força no clinch. No final da parcial, Sijara tentou trocar socos com paraibana, mas não foi suficiente para virar a parcial.

Ao final, vitória de Bethe Pitbull na decisão unânime (29-28, 29-28, 29-28)

Mamute é finalizado e perde mais uma

O brasileiro Vinicius Mamute apostava no jiu-jitsu para derrotar Paul Craig e garantir sua primeira vitória no UFC. Mas foi o escocês que usou a finalização para chegar ao triunfo.

No início da disputa, Craig encurtou e levou a disputa para o solo. Mesmo por baixo, Vinicius arriscou uma investida no braço, mas o golpe foi bem defendido por Paul. Mesmo assim, o brasileiro conseguiu espaço para se levantar. Entretanto, neste momento Craig disparou duas joelhadas e o atleta tupiniquim foi ao solo. Mamute ainda conseguiu sobreviver ao castigo, mas o rival pegou as costas, passou os ganchos e encaixou um justo mata-leão, forçando a desistência.

Dhalsim perde a 2ª e corre risco de demissão

Parceiro de treinos e amigo pessoal de Anderson Silva, Marcos Dhalsim ainda não sabe o que é vencer no UFC. O brasileiro, em sua segunda aparição no octógono, foi dominado pelo peruano Claudio Puelles e caiu na decisão unânime dos juízes (30-25 30-25 30-25).

No embate, Puelles não quis se arriscar na luta em pé contra o brasileiro e logo nos primeiros segundos derrubou Dhalsim. O peruano se manteve por cima, sem acertar golpes contundentes, mas somando pontos.

A história se repetiu no segundo assalto e logo com 20 segundos, Puelles quedou Dhalsim e trabalhou por cima.

Com ampla vantagem na marcação dos juízes, Puelles seguiu a mesma receita no terceiro round. O peruano dominou a peleja por cima e teve algumas chances de finalizar atacando o braço. Mas, Dhalsim fez bem a defesa.

Resultados do card preliminar do UFC Cidade do México

Peso galo (até 61,2kg.): José Alberto Quiñonez derrotou Carlos Huachin na decisão unânime dos juízes (30-27, 30-27, 30-27)

Peso pena (até 65,7kg.): Kyle Nelson derrotou Marco Polo Reyes por nocaute técnico a 1m36s do R1

Peso palha (até 52,6kg.): Angela Hill derrotou Ariane Sorriso por nocaute técnico (interrupção médica) a 1m56s do R3

Peso mosca (até 56,7kg.): Sergio Pettis derrotou Tyson Nam na decisão unânime dos juízes (30-27, 30-27, 30-27)

Peso meio-médio (até 77kg.): Paul Craig finalizou Vinícius Mamute com um mata-leão a 3m19s do R1

Peso galo (até 65,7kg.):  Bethe Pitbull derrotou Sijara Eubanks na decisão unânime dos juízes (29-28, 29-28,29-28)

Peso leve (até 70,3kg.): Cláudio Puelles derrotou Marcos Dhalsim na decisão unânime dos juízes (30-25 30-25 30-25)

Notícias relacionadas

Deixe seu comentário