Campeã mundial de boxe, Claressa Shields está próxima de migrar para o MMA e quer encarar Amanda Nunes | SUPER LUTAS

Campeã mundial de boxe, Claressa Shields está próxima de migrar para o MMA e quer encarar Amanda Nunes

Atleta revela contato com o Ultimate e afirma estar perto de começar sua transição para as artes marciais mistas; sonho é tentar vencer ‘Leoa’

C. Shields (foto) diz estar próxima de migrar para o MMA. Foto: Reprodução/Instagram @claressashields

A brasileira Amanda Nunes, campeã das galos (até 62,7kg.) e das penas (até 65,7kg.) do Ultimate, pode receber uma rival de peso em um futuro próximo. Claressa Shields, campeã mundial de boxe invicta e medalhista olímpica, assumiu que pretende tentar a sorte no MMA e que mira embate contra a baiana. A informação foi divulgada pelo ‘TMZ Sports’.

Veja Também

“Eu trabalho muito duro. Sou dedicada em meus planos. Eu como direito, não bebo, não fumo. Quando você tem uma atleta assim, e jovem, pode-se conquistar qualquer coisa. Já tenho planos para começar a treinar. Eu já conversei com um professor de MMA. As coisas estão ficando sérias muito rápido”, disse Shields.

Dana White, que já começa a encontrar dificuldades para achar adversárias que possam fazer frente à Amanda Nunes, já declarou publicamente que gostaria de promover um encontro entre Claressa e a ‘Leoa’. A brasileira, a cada compromisso, vem mostrando que merece seus títulos e que pode ser considerada a maior atleta da história do MMA feminino.

“Seria uma luta interessante. Eu estou dentro”, disse Dana.

Shields, no entanto, mostrou que tem os pés no chão em relação à sua pretensão nas artes marciais mistas. Segundo a norte-americana, ela precisa realizar alguns duelos antes para, assim, poder chegar ao patamar de Nunes, que já luta desde 2008. A campeã olímpica, no entanto, não parece ter muita pressa, afinal, a atleta ainda tem 24 anos.

“Eu gostaria de marcar algumas lutas antes e construir meu caminho até o embate contra Amanda”, finalizou Shields.

A boxeadora tem compromisso marcado para o dia 5 de outubro, quando irá enfrentar a croata Ivana Habazin. Caso saia vencedora, a atleta irá ostentar campeã em três categorias diferentes.

Assim como a norte-americana, Amanda Nunes tem um combate agendado para o fim do ano. A atleta encabeça o card do UFC 245, em 14 de dezembro, quando defende, pela sexta vez seu cinturão das galos.

Um caso que pode apimentar uma possível rivalidade criada entre as atletas é o fato de Shields já ter auxiliado Cris Cyborg, derrotada pela ‘Leoa’ em dezembro do ano passado, que rendeu à curitibana a perda do seu cinturão das penas, no passado.

 

Comentários

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments