Ultimate confirma brasileira Karol Rosa contra Julia Avila no UFC Singapura

Vindo de vitória na organização, brasileira tenta segundo triunfo pela empresa enfrentando norte-americana no card encabeçado por Demian Maia e Ben Askren, em outubro

K. Rosa (esq.) enfrenta J. Avila (dir.) no UFC Singapura, em outubro. Foto: Reprodução/Instagram @karolrosaufc

A brasileira Karol Rosa está com luta confirmada no UFC Singapura, que acontece em 26 de outubro. A atleta, que estreou no Ultimate com triunfo sobre a compatriota Lara Procópio irá enfrentar a norte-americana Julia Avila, que, assim como a capixaba, possui apenas um combate pela companhia. O combate foi anunciado na conta oficial do ‘UFC Ásia’ nesta terça-feira (24).

Saiba mais

Cyborg afirma que, com a proposta certa, pode se apresentar na luta livre: ‘Adoraria o desafio’
Com Aldo de olho nos galos, Marlon Moraes pede luta contra ‘Campeão do Povo’: ‘É uma luta que me interessa’
Khabib faz previsão sobre próximo desafio: ‘80% de chances de acontecer na Rússia”

Com apenas 24 anos, a lutadora de Vila Velha (ES) irá disputar sua 15ª luta na carreira. Karol, que estreou no MMA aos 17 anos debutou no UFC em agosto deste ano, quer seguir vencendo pela companhia para continuar o sonho de um dia disputar o cinturão das galos (até 65,7kg.) que hoje pertence à Amanda Nunes.

Rosa não sabe o que é perder desde seu resultado negativo contra a campinense Melissa Gatto, em combate ocorrido em setembro do ano passado, pelo NC (Nação Cyborg), evento produzido pela ex-campeã do Ultimate, Cris Cyborg. Na ocasião, a capixaba acabou finalizada pela compatriota ainda no primeiro round.

Após o revés, Karol conseguiu se recuperar e vem de três vitórias seguidas.

Adversária de Rosa, Julia tem menos experiência, pelo menos no papel. A norte-americana, no entanto, traz consigo um cartel que aponta apenas uma derrota, ocorrida em maio do ano passado, em um total de oito apresentações. Avila, de 31 anos, estreou no MMA em janeiro de 2012, no entanto, ficou sem atuar por mais de quatro anos, retornando ao esporte em 2016, quando bateu a compatriota Carolyn Biskup-Roe por nocaute.

Após o retorno às artes marciais mistas, a norte-americana realizou sete confrontos, saindo vencedora em seis; o último, representando sua estreia pelo UFC, contra Pannie Kianzad, no UFC239, ocorrido em julho deste ano.

A luta principal do evento será travada pelo veterano, ex-desafiante ao título dos médios (até 83,9kg.) e meio-médios (até 77kg.), Demian Maia, contra Ben Askren, ex-campeão do ONE FC e Bellator.

 

 

Notícias relacionadas

Deixe seu comentário