Durinho mostra empolgação para luta contra Gunnar Nelson neste sábado: ‘Maior luta da minha carreira’

Brasileiro, que substitui Thiago Pitbull no UFC Copenhague, almeja entrar no top 15 dos meio-médios em caso de triunfo sobre oponente

G. Durinho (foto) em vitória pelo UFC Fort Lauderdale. Foto: Reprodução/Twitter gilbertdurinho

Restam pouco mais de quatro dias para a realização do UFC Copenhague, que acontece neste sábado (28), na Dinamarca. Com 13 lutas escaladas e 26 atletas, um em especial tem motivos de sobra para se animar. O brasileiro Gilbert Durinho, que foi contratado para o card em substituição do compatriota Thiago Pitbull acredita que fará a maior luta de sua carreira ao enfrentar Gunnar Nelson no espetáculo. A declaração foi feita em entrevista recente ao ‘BJPenn.com’.

Veja Também

Dillashaw fala em recuperar cinturão após cumprir suspensão por doping: ‘É algo que eu quero de volta’
Técnico de Marreta afirma que Jon Jones seria mais cauteloso em revanche contra brasileiro
Lyoto afirma que preferiu enfrentar Mousasi a aguardar o campeão Rafael Lovato, lesionado

“Isso é o que eu precisava. Então, mandei uma mensagem (após saber da ausência de Thiago Pitbuul no card) para Sean Shelby (responsável por casar lutas) pedindo que ele me desse a luta. Vai ser o maior compromisso da minha carreira”, afirmou o carioca.

Embora a vitória não seja algo certo de se afirmar nas artes marciais mistas, o brasileiro parece ter esquematizado as possibilidades em sua carreira. Para Durinho, um triunfo sobre o norte-americano pode colocá-lo de vez na elite dos meio-médios (até 77kg.), o que alçaria seu início na caminhada rumo ao sonho de disputar o cinturão da divisão.

“Uma vitória sobre Gunnar Nelson me colocaria no top 15. Ele já foi o 13º, mas acabou perdendo para Leon Edwards (em março de 2019). Aí, ele foi retirado do ranking. Ele é um desafiante de elite e um dos melhores Grapplers da divisão. Uma vitória sobre ele será um grande feito para mim”, disse Gilbert.

Durinho, que vive um ótimo momento na carreira, optou por atuar de vez entre os meio-médios recentemente. O atleta realizou seu último compromisso no UFC Uruguai, quando encarou Alexey Kunchenko e venceu de forma convincente na decisão unânime dos juízes. O triunfo representou a terceira vitória consecutiva do atleta pela organização.

Gunnar Nelson, por sua vez, tenta se recuperar do revés sofrido para o perigoso Leon Edwards. Contra o carioca, o norte-americano deverá voltar a competir em alto nível para poder retornar à condição de expoente dos meio-médios.

 

 

 

Deixe seu comentário

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments