Lesão no olho praticamente exclui possibilidade de Miocic defender título em 2019

Jim Walter, empresário do atleta, afirma que Stipe sofreu diversos golpes de contato na área ocular, impedindo que o campeão enxergue com perfeição; lutador afirma desejo de defender cinta

S. Miocic em coletiva de imprensa. Foto: Reprodução/YouTube UFC

Ainda pode levar um tempo para que os fãs de Stipe Miocic vejam o peso pesado (até 120,2kg.) em ação novamente. Corre nos bastidores do Ultimate o boato de que existe uma negociação para o agendamento de um terceiro encontro entre o norte-americano e o compatriota, Daniel Cormier. O empresário de Stipe, no entanto, tratou de minimizar as chances de o embate acontecer neste ano, pois admitiu que seu cliente está com uma lesão nos olhos. A informação foi declarada à ‘ESPN’.

Veja Também

Durinho mostra empolgação para luta contra Gunnar Nelson neste sábado: ‘Maior luta da minha carreira’
Dillashaw fala em recuperar cinturão após cumprir suspensão por doping: ‘É algo que eu quero de volta’
Técnico de Marreta afirma que Jon Jones seria mais cauteloso em revanche contra brasileiro

“O Sr. Miocic sofreu uma grande lesão na retina devido a múltiplas pancadas nos olhos durante seu combate no UFC 241 (contra Daniel Cormier). A saúde e segurança de nossos clientes é a nossa maior prioridade. Estamos animados para que ele volte à ação quando estiver saudável para competir em sua sétima luta consecutiva pelo título mundial”, disse Jim.

Seu último adversário, Daniel Cormier, confirmou, no início desta semana o desejo de realizar mais um duelo contra Stipe. A decisão do norte-americano contraria uma parcela dos entusiastas do MMA, que acreditava em uma possível aposentadoria do lutador, já que, em diversas entrevistas no passado, o atleta dizia que não pretendia atuar nas artes marciais mistas após os 40 anos – completados no início deste ano.

A desforra contra Miocic será o acerto final entre os pesados, que carregam consigo uma vitória cada. DC conseguiu surpreender Stipe em julho do ano passado, quando subiu da categoria dos meio-pesados (até 93kg.) e desafiou o gigante na disputa de cinturão. Cormier conseguiu um ótimo nocaute logo no primeiro round e se tornou mais um atleta a ostentar dois títulos em categorias diferentes.

Pouco mais de um ano depois, a vingança. Stipe conseguiu pagar, com juros, a derrota sofrida no passado. Pelo UFC 241, o norte-americano, que, aparentemente, perdia o combate no desenrolar dos três primeiros assaltos, mudou de estratégia na quarta etapa e conseguiu superar o oponente com um nocaute devastador.

Após o evento, Miocic, mesmo fugindo das respostas sobre quem gostaria de enfrentar, afirmou que dividiria o octógono contra quem o Ultimate solicitasse. Recentemente o atleta falou sobre o retorno às lutas.

“Eu vou estar pronto para lutar quando eu puder enxergar com os dois olhos. Mal posso esperar para defender meu cinturão”, finalizou o lutador.

Stipe é o recordista de defesas de cinturão entre os pesados. O atleta conseguiu realizar três defesas e é considerado por muitos o melhor peso pesado da história da organização.

Notícias relacionadas

Deixe seu comentário