Chael Sonnen arrisca próximo adversário de McGregor: ‘Justin Gaethje, por merecimento’

Entre Khabib, Ferguson, Cerrone e Nate Diaz, ex-lutador aposta que promessa da divisão vai ser o próximo a trocar forças com o irlandês

C. Sonnen (foto) arrisca novo advesário de C. McGregor. Foto: Reprodução/Facebook BellatorMMA

Embora Conor McGregor não seja, no momento, o maior nome do Ultimate, como era há algum tempo, alguns entusiastas do MMA ainda aguardam ansiosamente seu retorno ao octógono. Diante de uma nova gama de talentos na divisão dos leves, Chael Sonnen, ex-lutador e, hoje, comentarista, arriscou o próximo nome a enfrentar o ‘Notório’: Justin Gaethje, que vem mostrando seu talento aos poucos dentro do UFC. O ‘Gangster Americano’ falou sobre sua opinião em seu canal do YouTube.

Saiba mais

Jones sobre Weidman nos meio-pesados: ‘Digam a ele que ele não quer me enfrentar’
Após acusação de calote, Jones responde treinador: ‘Me deixe em paz ou te vejo no tribunal’
Treinador de St-Pierre acredita em duelo de pupilo com Khabib, mas diz: ‘Não seria nos leves’

“Então, quem será o próximo adversário (de Conor)? Bem, Khabib (Nurmagomedov) e Tony (Ferguson) estão no radar um do outro. Parece que a conversa com Frankie (Edgar) não vai dar em lugar nenhum. Eu acho que o Cowboy (Donald Cerrone) está fora da cogitação, com duas derrotas e possivelmente precisando de um pouco de descanso. E eu acho que isso o traz o cenário para (Justin) Gaethje”, disse Sonnen. “E não é para dizer que Gaethje é o único cara que sobrou. Ele é um cara merecedor, ele é um cara divertido, ele faria a luta. Conor também disse que lutaria contra Gaethje”, comentou o ex-lutador.

Justin já manifestou o interesse de enfrentar Conor McGregor publicamente diversas vezes. No entanto, o nome do norte-americano se tornou relevante dentro da divisão dos leves (até 70,3kg.) após seus últimos resultados. Em abril deste ano, Justin surpreendeu o brasileiro Edson Barboza e aplicou um nocaute devastador no atleta.

Em uma luta de maior proporção, Gaethje voltou a se destacar; desta vez, contra Donald Cerrone. O promissor atleta encarou o Cowboy e conseguiu bater o atleta na luta principal do UFC Vancouver, em agosto. O combate entre os atletas representava uma disputa direta pela quarta posição no ranking da categoria, além da possibilidade de se aproximar ainda mais de uma disputa de cinturão.

Com o triunfo sobre Donald, Gaethje subiu uma posição, ficando atrás do campeão, Khabib Nurmagomedov, Tony Ferguson (desafiante número um), e, claro, de Conor McGregor, atual terceiro colocado.

Conforme os dias vão passando, a diretoria do Ultimate continua a não anunciar o novo desafio de Conor e as portas dos eventos até dezembro começam a se fechar. Com isso, a possibilidade do irlandês apenas se apresentar no início de 2020 aumenta, o que revela um novo cenário com um novo oponente para McGregor, de acordo com Sonnen.

“Se ele adiar o retorno para o próximo ano, Nate Diaz estará livre depois de 2 de novembro, e quem sabe o que ele quer fazer? Será que Nate quer ir para o peso leve? Ele está interessado na revanche contra Conor? Eventualmente, eles vão jogar aquela carta, ambos têm um ás de espadas na manga. Essa luta funciona a qualquer momento. Mas, Nate Diaz está em maior evidência agora”, finalizou Chael.

 

Notícias relacionadas

Deixe seu comentário