Adesanya vence Whittaker com nocaute brutal e manda recado para Borrachinha: ‘Vou acabar com você, animal inchado’

Nigeriano cumpre prometido, bate australiano em duelo empolgante e vence unificação do título no UFC 243; após conquista, lutador provoca brasileiro

I. Adesanya conquista cinturão absoluto dos médios no UFC 243 . Foto: Reprodução / Facebook @ufc

Ele falou e cumpriu. Israel Adesanya mostrou, neste sábado (5), que é um verdadeiro fenômeno das artes marciais mistas. Na luta principal do UFC 243, o nigeriano radicado na Nova Zelândia abriu sua caixa de ferramentas e mostrou todo o seu talento para bater Robert Whittaker, e unificar o cinturão dos médios do Ultimate. Após dois rounds de batalha tensa, Israel conseguiu um belo nocaute no rival e garantiu o cinturão absoluto da categoria. Ao fim, o lutador aproveitou para provocar o brasileiro Paulo Borrachinha.

Veja Também

VÍDEO: Assista o nocaute brutal de Israel Adesanya sobre Robert Whittaker no UFC 243
Com luta segura, Dhiego Lima vence Luke Jumeau e garante boa fase no Ultimate
Bulldoguinho mostra raça, mas acaba finalizado por Khalid Taha no UFC 243

“Vocês sabem quem é o próximo? Vou pegar um animal inflado. Paulo Borrachinha, eu vou acabar com você. Ele está falando muita besteira. Acreditem em mim, eu vou acabar com esse cara”, disse o campeão.

Com a vitória, além do cinturão, Adesanya conseguiu ampliar seu número de lutas invictas. Desde que estreou no esporte, em 2012, o lutador disputou 18 lutas, não conhecendo o gosto da derrota. Por outro lado, após o revés, Whittaker amargou seu quinto revés na carreira.

A luta

Antes de subir no octógono, Israel Adesanya deu seu show particular. Esbanjando confiança, o lutador mostrou que é um atleta diferenciado logo em sua entrada para o octógono. Com um trio de dançarinos, eles fizeram uma versão do HAKA, tradicional dança de guerra das tribos da Nova Zelândia. Depois da apresentação, o atleta caminhou para o local da luta dançando e, aparentemente tranquilo.

Whittaker começou o combate arriscando um chute baixo na canela de Adesanya. O nigeriano tentava ficar tranquilo diante da pressão inicial imposta pelo australiano. Como esperado, Israel aguardava as investidas de Robert para poder contra golpear. Whittaker mostrava muito ímpeto na tentativa de nocautear seu rival, mas o nigeriano se mostrava atento nas defesas. Com muita movimentação, Adesanya tentava confundir o campeão. Ao decorrer da metade do assalto, Whittaker conseguiu conectar um bom cruzado de direita, mas Israel não acusou o golpe. Conforme o tempo passava, o combate ficava cada vez mais tempo, com risco de ser encerrado após um golpe certeiro de um dos combatentes. No minuto final, os lutadores começaram a arriscar, mas os golpes paravam na guarda. No segundo final, Israel conseguiu um direto, que levou o campeão ao chão, mas não havia mais tempo.

Com a fisionomia abalada, Robert retornou para o combate tentando reverter o prejuízo. O nigeriano partiu para cima de Israel conectando bons socos e acuaram o campeão interino. Percebendo o momento de desvantagem, Adesanya economizava nos golpes e apenas aguardava o oponente realizar seus ataques. Passados dois minutos, o nariz de Whittaker já apresentava um sangramento considerável. O nigeriano começou a se soltar, mas ainda permanecia cauteloso com os ataques do adversário. Passados três minutos, em um contra-ataque perfeito, Adesanya conectou um soco perfeito, que levou Robert ao chão e restou ao árbitro interromper o combate.

Resultados do UFC 243

CARD PRINCIPAL

Peso médio (até 83,9kg.): Israel Adesanya derrotou Robert Whittaker por nocaute a 3m33s do R2

Peso leve (até 70,3kg.): Dan Hooker derrotou  Al Iaquinta na decisão unânime dos juízes (30-27, 30-26, 30-27)

Peso pesado (até 120,2kg.): Sergey Spivak derrotou Tai Tuivasa por finalização a 3m14s do R2

Peso meio-médio (até 77kg.): Dhiego Lima derrotou Luke Jumeau na decisão dividida dos juízes (29-28, 28-29, 29-28)

Peso pesado (até 120,2kg.): Yorgan DeCastro derrotou Justin Tafa por nocaute a 2m10s do R1

CARD PRELIMINAR

Peso meio-médio (até 77kg.): Jake Matthews derrotou Rostem Akman na decisão unânime dos juízes (30-27 30-27 30-27)

Peso meio-médio (até 77kg.): Callan Potter derrotou Maki Pitolo na decisão unânime dos juízes (29-28 29-28 29-28)

Peso leve (até 70,3kg.): Brad Riddell derrotou Jamie Mullarkey na decisão unânime dos juízes (29-27, 30-26, 30-26)

Peso pena (até 65,7kg.): Megan Anderson derrotou Zarah Fairn dos Santos por finalização a 3m57 do R1

Peso mosca (até 56,7kg.): Ji Yeon Kim derrotou Nadia Kassem por nocaute a 4m59s do R2

Peso galo (até 62,7kg.): Khalid Taha derrotou Bruno Bulldoguinho por finalização a 3m do R3

Notícias relacionadas

Deixe seu comentário

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments