Jimi Manuwa afirma que Johnny Walker pode vencer Jones: ‘Se conseguir defender quedas, ganha’

Recém aposentado, mostra confiança em qualidade do brasileiro, invicto no UFC, contra campeão meio-pesado

J. Walker brinca no octógono. Foto: Reprodução/Facebook @ufc

O ex-atleta meio-pesado (até 93kg.), Jimi Manuwa esbanjou sua confiança no brasileiro Johnny Walker, que despontou como grande xodó da sua antiga categoria. Aposentado desde junho, o norte-americano mostrou que ainda observa o que acontece dentro da organização e afirmou acreditar no bom desempenho de Walker contra o soberano Jon Jones no futuro. Com ressalvas, Manuwa elogiou o belford-roxense em entrevista ao ‘BJPenn.com.

Saiba mais

Com luta neste sábado, Deiveson pede luta por cinturão interino dos moscas em caso de vitória
Werdum mostra ansiedade para retornar ao MMA em 2020: ‘Vou chocar o mundo novamente’
Mackenzie faz previsão de luta contra Amanda Ribas: ‘Vai acabar indo para o chão’

“Eu acho que Johnny Walker vai promover o melhor duelo da vida de Jon Jones. Jon usa sua envergadura muito bem contra quase todos os seus oponentes. A maioria da divisão é mais baixa do que ele, e ele tem problemas com pessoas da mesma altura e explosivas”, disse Jimi.

O norte-americano, no entanto, contou que, para fazer história e bater ‘Bones’, que tem apenas uma derrota na carreira (por desqualificação), o brasileiro terá que estar impecável na defesa de queda, já que o campeão utiliza muito da luta no chão contra adversários perigosos e agressivos.

Se Johnny Walker não for colocado para baixo, acho que ele vence Jon Jones. Ele é a pessoa que pode causar mais problemas”, declarou o ex-lutador.

Walker, que estreou pelo Ultimate em novembro do ano passado, realizou três lutas em quatro meses pela empresa. Além de se mostrar ativo e disposto a cumprir compromissos, o lutador aniquilou todos os seus oponentes na organização atuando por menos de três minutos, somado o tempo que passou sobre o octógono. Os feitos garantiram a Walker a 10ª posição no ranking da categoria e a possibilidade de atuar contra adversários bem ranqueados.

No próximo dia 2 de novembro, o atleta realizará sua quarta participação pela organização, em embate contra Corey Anderson, no UFC 244. Caso vença, o atleta se aproximará ainda mais do topo da categoria e será questão de tempo até que ele entre de vez no radar como possível desafiante ao cinturão que, hoje, pertence a ‘Bomes’.

O brasileiro já relatou em algumas entrevistas que está pronto para desafiar aquele é que considerado, por muitos, o melhor atleta de MMA de todos os tempos. No UFC 237, no Rio de Janeiro, em maio, o lutador, que se recuperava de uma lesão no ombro, disse que pode ser o homem a fazer história.

“Já estou pronto para enfrentar Jon Jones. Tudo o que eu preciso é recuperar meu ombro e ter um treinamento decente. Mas estou pronto. Eu tenho muita técnica e experiência para isso. Não acho que ele tenha algo que me surpreenda”, disse o lutador na época.

Walker, de 27 anos, soma um cartel de 20 lutas, 17 vitórias e três derrotas na carreira. O brasileiro não perde desde junho de 2016.

 

Notícias relacionadas

Deixe seu comentário