Romero pode ter chance de enfrentar Adesanya, mas Dana afirma: ‘Tem que vencer uma luta antes’

Romero pode ter chance de enfrentar Adesanya, mas Dana afirma: ‘Tem que vencer uma luta antes’

Y. Romero pode ter nova chance de disputar o cinturão dos médios. Foto: Reprodução/Facebook UFC

O ex-desafiante ao título dos médios (até 83,9kg.), Yoel Romero, pode estar mais próximo do que imaginava de uma nova chance de lutar pelo cinturão. Depois de ter sido derrotado por Paulo Borrachinha em sua última apresentação, e apliar sua sequência de derrotas para duas, o cubano poderia estar longe de uma anova disputa de título, mas, uma lesão do brasileiro pode mudar as cartas do jogo. O presidente Dana White afirmou que Romero pode ser visto lutando pela cinta em breve, mas que precisa vencer um combate antes. A declaração foi feita em entrevista ao ‘Adam’s Apple’.

Saiba mais

Dois dias após bater Arlovski, Jairzinho Rozenstruik substitui Walt Harris e enfrenta Overeem, em dezembro
Vicente Luque se manifesta após derrota: ‘Não era o resultado que eu queria, mas o que eu precisava’
Corey Anderson diz merecer chance pelo título antes de Reyes: ‘Acabei de derrotar uma estrela’

“Adesanya quer enfrentar Yoel Romero. Ele quer Romero. Então, estamos pensando em dar a Romero uma luta em breve e aí Israel enfrentaria o vencedor deste confronto”, contou White.

A situação positiva para o cubano se deu após Paulo Borrachinha, que conquistou o direito de enfrentar Adesanya pelo cinturão depois de bater Yoel, sofrer uma lesão no bíceps. Segundo o próprio presidente do UFC, em consulta com os responsáveis por avaliar a situação do mineiro, o atleta poderá retornar ao octógono próximo à metade do ano que vem, apesar de Borrachinha dizer que estaria pronto para lutar próximo a abril.

“O Borrachinha rasgou o bíceps e teve de ser operado. Ele diz que vai voltar mais cedo do que esperamos, mas não é isso que o médico está me dizendo. Então, isso não é verdade”, finalizou o chefão.

Com o brasileiro fora de combate, resta ao Ultimate buscar alternativas para manter a divisão ativa. Israel conquistou o título depois que bateu Robert Whittaker em disputa que representou a unificação do cinturão. O combate aconteceu em setembro, pelo UFC 242, na Austrália. Na ocasião, Adesanya aplicou um nocaute devastador no rival, decretando um novo campeão na categoria.

Aos 42 anos, Romero ainda impressiona por seu vigor físico e capacidade de travar emocionantes disputas dentro do octógono. O lutador, que estreou no esporte em 2009, já se apresentou em 17 oportunidades, vencendo 13 e perdendo quatro.

 

 

Notícias relacionadas

Deixe seu comentário