Após derrota no UFC 244, Nate Diaz recebe três meses de suspensão médica

Norte-americano deve ficar 90 dias afastado do esporte e, caso volte a atuar, só retorna em 2020; Masvidal é afastado por um mês

N. Diaz recebe suspensão de três meses após UFC 244. Foto: Reprodução/Facebook Nate Diaz

Depois de sua performance no UFC 244, realizado no último sábado (2), em Nova York (EUA), Nate Diaz teve sua suspensão médica divulgada. O atleta, que foi impedido de retornar do terceiro para o quarto round por recomendação médica, após ganhar um corte profundo no supercílio direito, ficará fora por três meses. O tempo de afastamento foi divulgado nesta terça-feira (5) pela Comissão Médica de Nova York (NYSAC).

Saiba mais

Romero pode ter chance de enfrentar Adesanya, mas Dana afirma: ‘Tem que vencer uma luta antes’
Dois dias após bater Arlovski, Jairzinho Rozenstruik substitui Walt Harris e enfrenta Overeem, em dezembro
Vicente Luque se manifesta após derrota: ‘Não era o resultado que eu queria, mas o que eu precisava’

Entre os 24 lutadores que subiram no octógono no Madison Square Garden, Diaz esteve entre os que ficarão afastados por maior tempo. Junto ao norte-americano, mais seis atletas estarão de molho pelos próximos 90 dias, entre eles o ex-campeão dos pesados, Andrei Arlovski, Brad Tavares e o promissor Gregor Gilliespie. Todos eles saíram derrotados em seus compromissos.

Rival de Nate neste final de semana, Jorge Masvidal, que realizou uma boa apresentação junto ao compatriota, ficará fora por um mês. O norte-americano, durante três rounds disputados, conseguiu anular a agressividade de Diaz e cancelou a estratégia traçada pela equipe do ‘bad-boy’.

Responsáveis pelo duelo co-principal da noite, Kelvin Gastelum e Darren Till tiveram um confronto morno na 11ª luta da noite. Conhecido por se entregarem muito em seus combates, os pesos-médios (até 83,9kg.) tivera um desempenho morno, que foi criticado por alguns especialistas no esporte. Tanto Till quanto Kelvin foram suspensos de suas atividades por 30 dias.

Situação dos brasileiros

No UFC 244, apenas três atletas subiram no octógono para representar as cores tupiniquins. Em noite de baixa, nenhum dos combatentes saiu vitorioso.

A primeira a se apresentar foi Jennifer Maia, que acabou derrotada por Katlyn Chookagian, em combate que poderia definir a próxima desafiante ao título de Valentina Shevchenko. No duelo, Jennifer não conseguiu uma boa performance e foi derrotada por pontos. A curitibana, assim como sua oponente, ficará fora por apenas uma semana.

Johnny Walker foi mais um lutador representando as cores verde e amarela. O meio-pesado (até 93kg.) teve pela frente o maior desafio de sua carreira ao encarar Corey Anderson. Cercado de expectativa, o atleta de Belford Roxo (RJ) acabou sucumbindo à força do norte-americano e foi derrotado por nocaute no início do primeiro round. O brasileiro ficará fora por 45 dias, enquanto o rival recebeu afastamento de sete.

Vicente Luque foi o que se apresentou melhor dentre os tupiniquins em Nova York. Em grande confronto com Stephen Thompson, em combate que recebeu o prêmio de ‘Luta da Noite’, o brasiliense acabou não conseguindo superar o ex-desafiante ao título da divisão. Após perder por pontos, Vicente recebeu o afastamento de dois meses, e Thompson de 30 dias.

Confira a lista de suspensões

Julio Arce: 7 dias

Hakeem Dawodu: dias

Lyman Good: 30 dias

Chance Rencountre: 90 dias

Katlyn Chookagian: 7 dias

Jennifer Maia: 7 dias

Andrei Arlovski: 90 dias

Jairzinho Rozenstruik: 7 dias

Brad Tavares: 90 dias

Edmen Shahbazyan: 7 dias

Shane Burgos: 45 dias

Makwan Amirkhani: 90 dias

Corey Anderson: 7 dias

Johnny Walker: 45 dias

Kevin Lee: 30 dias

Gregor Gillespie: 90 dias

Derrick Lewis: 30 dias

Blagoy Ivanov: 60 dias

Stephen Thompson: 30 dias

Vicente Luque: 60 dias

Kelvin Gastelum: 30 dias

Darren Till: 30 dias

Jorge Masvidal: 30 dias

Nate Diaz: 90 dias

 

Notícias relacionadas

Deixe seu comentário