Nate Diaz anuncia aposentadoria do MMA: ‘Adeus, mundo da luta’

Em publicação, norte-americano desiste oficialmente de revanche contra Masvidal e afirma estar fora do jogo

Nate Diaz não luta desde agosto de 2016. Foto: Reprodução/Instagram @natediaz

O norte-americano Nate Diaz parece estar e despedindo novamente de sua carreira no MMA. Após a derrota para Jorge Masvidal no UFC 244, quando se enfrentavam pelo título de ‘Mais Casca-Grossa’, o atleta solicitou uma revanche imediata. Em um primeiro momento, a reedição foi negada pelo presidente da empresa, Dana White. O fato parece ter irritado Diaz, que, em publicação no Instagram na madrugada desta quinta-feira (7), anunciou seu afastamento do esporte.

Saiba mais

Mike Tyson afia boxe de Francis Ngannou e pergunta: ‘Quem bate mais forte?’
White projeta 2020 agitado para Ngannou: ‘Luta pelo cinturão e evento na França’
Romero na caça de Adesanya: ‘O que houve? Ouviu que mando meus oponentes para o hospital?’

“Que se dane essa revanche. Essa droga estava terminada antes mesmo de começar. Vou sair em turnê. Adeus, mundo da luta”, escreveu o atleta.

O combate entre Diaz e Masvidal foi construído e promovido em menos de um ano. Os atletas assumiram lugar de destaque em um evento numerado e tomaram posição de um combate válido por um título oficial da empresa. O público aceitou o agendamento do combate por se tratar de dois atletas conhecidos por sua agressividade e resistência.

Durante a peleja, Jorge esteve em vantagem durante todos os três rounds disputados. O norte-americano lançou duros golpes contra Nate, que teve um corte profundo no supercílio direito, o que foi o fator principal para que o duelo fosse interrompido no retorno para o quarto round, gerando revolta de algumas pessoas no local.

O duelo entre Diaz e Masvidal marcou a segunda apresentação de Nate no ano. O atleta voltou ao esporte após três anos afastado. Sua última peleja havia sido contra no revés contra Conor McGregor, em 2016.

Em agosto deste ano, Nate topou o desafio de encarar o ex-campeão dos leves (até 70,3kg.), Anthony Pettis, por, segundo o próprio atleta, considerá-lo um adversário que pudesse fazer frente a seu talento. No combate, Diaz conseguiu dominar o rival por três rounds e surpreendeu o público por sua ótima apresentação, o que rendeu o desafio a Masvidal e aceitação imediata do compatriota e da diretoria.

Caso deixe, de fato, o esporte, Nate, de 34 anos, terá, por fim, um cartel com 20 vitórias e 12 derrotas na carreira. O lutador iniciou no esporte em outubro de 2004.

 

Ver essa foto no Instagram

 

Fuck a rematch this shit was over before it started I’m goin on out on tour Peace out fight game ✌🏼

Uma publicação compartilhada por Nate Diaz (@natediaz209) em

 

Notícias relacionadas

Deixe seu comentário