Randy Couture atualiza sobre estado de saúde: ‘Me sinto incrível’

Ex-campeão do UFC assustou os fãs após sofrer um ataque cardíaco no fim de outubro

R. Couture afirma está bem após ataque cardíaco. Foto: Reprodução/Instagram @xcnatch

O ex-campeão peso pesado (até 120,2kg.) do UFC, Randy Couture, deu um verdadeiro susto aos seus fãs no final de outubro, após sofrer um ataque cardíaco e passar por uma cirurgia de emergência. Após quase um mês do incidente, o atleta fez questão de atualizar sobre seu estado de saúde e afirmar, em entrevista ao ‘TMZ Sports’, que se recupera bem do imprevisto.

Saiba mais

Empresário de McGregor confirma negociações para duelo contra Cerrone: ‘Está em andamento’
Rockhold não crava aposentadoria, mas afirma: ‘Estou feliz sem lutar’
Jon Jones ironiza desafio de Blachowicz: ‘Você não parece pronto’

“Está tudo bem, cara. Eu me sinto incrível. Eu deveria ter feito esse procedimento há muito tempo, eu acho”, afirmou o atleta.

Em 24 de outubro, Randy chegava em sua academia para treinar, quando se sentiu mal. O atleta dirigiu sozinho até o hospital para que pudesse verificar o que estava acontecendo; foi quando houve a afirmação de que havia sido um ataque do coração.

Aos 56 anos, Couture é considerado um dos atletas mais importantes da história do MMA. Junto com lendas como Rodrigo Minotauro, Marco Ruas, Royce Gracie, Chuck Liddell e outros, o ex-lutadador foi responsável por difundir o nome das artes marciais mistas para o patamar que se encontra hoje.

Com quase 14 anos de carreira, o norte-americano se apresentou em 30 oportunidades e chegou a conquistar dois cinturões da companhia, um, pelos pesados, em 2000 e outro entre os meio-pesados, em 2003.

O atleta, junto com outra lenda do esporte, Chuck Liddell, construíram uma das maiores rivalidades da história do esporte. Os lutadores se enfrentaram em três oportunidades, com uma vitória para Couture e duas para o ‘Ice Man’.

Em seu cartel profissional, Randy soma 19 vitórias e 11 derrotas. O combatente se aposentou do MMA após um revés histórico sofrido para Lyoto Machida, em 2011, quando o atleta foi surpreendido pelo brasileiro por um chute frontal, direto no queixo, que levou o atleta a nocaute imediatamente, decretando o fim da carreira após a apresentação.

Couture é um dos membro do Hall da Fama do UFC, além de ser o atleta mais velho a conquistar um título pela organização, aos 44 anos.

 

 

 

Notícias relacionadas

Deixe seu comentário