Ex-UFC, Glaico França e mais dois atletas da PFL são flagrados em exame antidoping

Após análise, anabolizantes são encontrados em amostras recolhidas por Comissão, que julga o caso em dezembro; além do brasileiro, o compatriota Luis Laurentino também foi notificado; Ramsey Nisen é flagrado com resquícios de maconha

G. França é flagrado em exame antidoping. Foto: Reprodução/Instagram @glaiconego

Três atletas que representam a PFL (Professional Fighters League) foram surpreendidos após serem acusados de doping por parte da Comissão Atlética de Nevada (NSAC). Entre os combatentes, dois brasileiros estão envolvidos: Glaico França, ex-UFC e Luis Lauerentino. A substância encontrada se trata do esteroide estanozolol. O norte-americano Ramsey Nijem também foi notificado, no entanto, o caso se relaciona com resquícios de maconha no organismo. A informação foi divulgada pela ‘ESPN’. Os três atletas estão suspensos até a solução do caso.

Saiba mais

Frankie Edgar mostra entusiasmo para debute entre os galos: ‘Quero enfrentar os melhores’
Ultimate confirma luta entre Cigano e Curtis Blaydes para o UFC Raleigh, em janeiro
Ex-treinador de Nick Diaz afirma que pupilo venceria Masvidal: ‘É o mais casca-grossa’

A audiência para julgamento do caso está marcada para o dia 18 de dezembro, no qual os atletas terão a oportunidade de se justificar para a Comissão e tentar provar a inocência diante dos especialistas.

Glaico, em entrevista ao ‘MMA Fighting’ tratou de tentar tranquilizar os fãs ao afirmar que o caso não passa de um engano. Para o atleta, a notificação deve ter ocorrido em consequência da ingestão de um suplemento contaminado.

“Fui pego de surpresa porque sou um atleta 100% limpo, então não esperava ser pego no antidoping. Isso aconteceu no dia 11 de outubro, mas estou tranquilo. Vou provar que esse metabólito do estanozolol veio através de um suplemento contaminado. Sei que é minha responsabilidade verificar os suplementos que usam, porém, também é responsabilidade das empresas informarem cada substância usada no rótulo. Nós já temos ideia de quais suplementos podem ter causado esse problema e vamos provar que estavam contaminados”, disse França.

Glaico chegou a fazer parte do grupo de atletas do Ultimate. O lutador fez parte da empresa entre 2015 e 2016. Pelo UFC, o atleta realizou três apresentações, vencendo uma e saindo derrotado nas duas últimas.

Atualmente, França, Laurentino e Ramsey fazem parte do PFL. Os três atletas saíram derrotados em suas lutas nos playoffs da empresa, ocorridos nos dias 11 e 17 de outubro. Glaico foi batido na primeira data, enquanto os outros dois caíram no último domingo.

 

Notícias relacionadas

Deixe seu comentário