Após derrota para Nate, Pettis volta aos leves e encara Diego Ferreira em janeiro

Ex-campeão da divisão, ‘Showtime’ encara brasileiro, invicto há cinco lutas, no início de 2020

A. Pettis (foto) volta aos leves e encara D. Ferreira em janeiro. Foto: Reprodução/Facebook UFC

A vida de Anthony Pettis no MMA tem sido uma verdadeira roda gigante. Com derrota para Nate Diaz em sua última apresentação, quando atuou pelos meio-médios (até 77kg.), o ex-campeão dos leves (até 70,3kg.), optou por retornar à sua antiga categoria para tentar reencontrar o caminho das vitórias. Para seu próximo desafio, o norte-americano deve enfrentar o brasileiro Diego Ferreira, em 18 de janeiro, no UFC 246. A informação foi divulgada pelo ‘MMA Junkie’.

Veja Também

Gina Carano acusa Dana White de ‘sabotar’ luta contra Ronda Rousey
Amanda Ribas enfrenta ‘queridinha’ do Ultimate no UFC Brasília, diz site
Invicto no UFC, Rogério Bontorin enfrenta Ray Borg no UFC Rio Rancho, em fevereiro

O norte-americano foi, por um tempo, considerado um dos principais nomes da organização. Com vitórias convincentes e representativas sobre adversários de nome, como Donald Cerrone e o ex-campeão Ben Henderson, o atleta, entre 2011 e 2015, se manteve invicto na empresa e chegou ao título.

A decadência do atleta começou justamente no encontro contra um brasileiro. Em 2015, em sua segunda defesa de cinturão, ‘Showtime’ foi dominado por Rafael dos Anjos em confronto que representou a luta principal do UFC 185. Após perder o posto de número um, o norte-americano não recuperou a boa forma e acumulou seis derrotas nas últimas 10 apresentações.

Pettis arriscou uma reação quando trocou forças contra Stephen Thompson, na luta principal do UFC Nashville. Na ocasião, o atleta tirou da cartola um de seus golpes plásticos e, após um soco voador, despachou o compatriota e somou mais um incrível nocaute em sua carreira.

O bom momento, porém, durou pouco. Quase cinco meses depois, o combatente foi escalado para encarar Nate Diaz, em duelo que marcava o retorno do rival após três anos de hiato na carreira. Em embate pelo UFC 241, Anthony foi presa fácil para Diaz, que acabou vencendo na decisão unânime e colocando Pettis novamente em situação complicada.

Contra Diego, além da obrigação de voltar a vencer, o norte-americano terá o dever de colocar fim a uma sequência de cinco triunfos consecutivos do amazonense pelo Ultimate.

Em ótima fase, Ferreira não sabe o que é perder desde seu revés para o ex-campeão interino da categoria, Dustin Poirier, há quase cinco anos.

Diego atuou pela última vez no UFC 242, quando bateu Mairbek Taisumov na decisão unânime dos juízes. Uma vitória sobre o ex-campeão em janeiro pode colocar o brasileiro no radar da empresa dentro de uma das mais disputadas divisões do Ultimate.

 

Notícias relacionadas

Deixe seu comentário

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments