Invicto no UFC, Rogério Bontorin enfrenta Ray Borg no UFC Rio Rancho, em fevereiro | SUPER LUTAS

Invicto no UFC, Rogério Bontorin enfrenta Ray Borg no UFC Rio Rancho, em fevereiro

Peso mosca busca terceira vitória pela empresa e enfrenta norte-americano no início de 2020

R. Bontorin (foto) enfrenta R. Borg em fevereiro. Foto: Reprodução/Instagram @rogeriobontorin

O brasileiro Rogério Bontorin está próximo de dar mais um passo rumo à elite da divisão dos moscas (até 56,7kg.). Após bom retrospecto desde sua estreia pelo Ultimate, no início de 2019, o paranaense terá um duro compromisso contra Ray Borg em um dos combates do UFC Rio Rancho, em 15 de fevereiro. A informação foi divulgada pelo ‘Combate’.

Veja Também

Bontorin chamou atenção do Ultimate após participar do reality show ‘Dana White’s Contender Series’, chefiado pelo presidente do UFC, Dana White. Na ocasião, o atleta conseguiu seu contrato profissional com a organização após bater o compatriota Gustavo Gabriel Silva, em finalização ocorrida no segundo round da disputa.

Rogério calçou oficialmente as luvas do Ultimate em 2 de fevereiro deste ano, quando encarou Magomed Bibulatov. A luta, que marcou uma das apresentações do UFC Fortaleza, foi vencida pelo paranaense na decisão majoritária dos juízes.

O brasileiro voltou a subir no octógono seis meses depois, no UFC Uruguai. Na ocasião, o atleta encarou o compatriota Raulian Paiva e saiu vitorioso por nocaute técnico, após o adversário sofrer um corte profundo no supercílio direito.

Contra Borg, Bontorin terá a chance de se firmar dentro da divisão e entrar no radar da empresa como possível futuro desafiante da categoria que, hoje, é dominada por Henry Cejudo.

Ray chega ao compromisso contra o brasileiro precisando vencer. Embora venha de triunfo em sua última apresentação, quando bateu o capixaba Gabriel Silva, em julho, o norte-americano amargou duas derrotas em sequência em suas performances antes do resultado positivo.

Em 2017, Borg recebeu a oportunidade de lutar pelo cinturão da categoria, que, na época, pertencia ao lendário Demetrious Johnson. Na peleja, Ray acabou sucumbindo ao jiu-jitsu de excelência do ex-campeão e foi finalizado no quinto round.

Aos 27 anos, Rogério já se apresentou em 18 oportunidades desde que estreou como profissional de MMA. Ao todo, o brasileiro soma 16 vitórias, uma derrota e um combate sem resultado.

Ray, de 26, por sua vez, tem 14 combates, com 12 triunfos e dois reveses.

O UFC Rio Rancho, em Albuquerque, até o momento, tem apenas um combate confirmado: Montana de la Rosa contra Mara Romero Borella.

Comentários

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments