Amanda Nunes admite atuação abaixo do esperado no UFC 245: ‘Estava um pouco fora’

Brasileira travou duelo duro contra Germaine de Randamie, mas manteve título das galos na decisão unânime dos juízes

A. Nunes não é derrotada desde 2014. Foto: Reprodução / YouTube ufc

A brasileira Amanda Nunes não teve tarefa fácil no último final de semana. Em sua quinta defesa do título das galos (até 61,2kg.), a baiana encontrou dificuldades para derrotar a holandesa Germaine de Randamie em uma das lutas principais do UFC 245, realizado no último sábado (14). Após o evento, a atleta admitiu que teve atuação abaixo do esperado, mas garantiu que trabalhará para se apresentar melhor nas próximas oportunidades. A declaração foi feita na coletiva após o evento.

Veja Também

Alexander Volkanovski projeta revanche para Max Holloway: ‘Ele merece’
Raphael Assunção enfrenta Cody Garbrandt no UFC Columbus, em março
Masvidal ironiza derrota de Covington: ‘Deveria ter pagado meu treinador’

“Honestamente, eu estava um pouco for a hoje, mas eu sou a campeã. EU sempre tenho os planos A, B, C e mais. Se alguma coisa sai errado na primeira estratégia, eu vou para a próxima. Eu não consegui me sair bem na trocação, então eu decidi levar a luta para o chão”, afirmou a pojucana.

A brasileira, no entanto, admitiu que a ideia inicial era realizar um confronto de cinco rounds contra a desafiante. Apesar de quase ter liquidado a fatura no primeiro assalto, a lutadora confirmou que a estratégia era a de permanecer no octógono o maior tempo possível contra a holandesa.

O plano de jogo era lutar por cinco rounds e trabalhar nas quedas. Eu quase consegui duas finalizações, mas cometi alguns erros e tenho que consertar isso. Faltou um pouco de técnica, mas vou ajustar para meu próximo compromisso”, finalizou a campeã.

Com o triunfo sobre Germaine, Amanda igualou o recorde de Ronda Rousey no número de defesas de título. Agora, a atleta está a uma vitória nas galos de se tornar a melhor atleta da história da divisão.

Notícias relacionadas

Deixe seu comentário

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments