Ingressos para McGregor contra Cerrone esgotam em menos de três minutos

Irlandês mostra que ainda tem moral no MMA, rende cerca de US$10 milhões à empresa e tem ‘casa cheia’ em Las Vegas para seu duelo contra ‘Cowboy’, em 18 de janeiro

C. McGregor (esq.) e D. Cerrone (dir.) aceitaram o confronto. Foto: Montagem SL/MMA Press

O prestígio de Conor McGregor no MMA chegou a ser colocado em xeque nos últimos meses. Vindo de derrota e sem vencer uma luta profissional desde 2016, o atleta, que já foi o nome mais importante da empresa, acabou por encerrar 2019 sem atuar e com o nome em baixa. Após anunciar seu retorno ao octógono contra Donald Cerrone, no UFC 246, em 18 de janeiro, a história parece ter mudado. Os ingressos para o espetáculo esgotaram em apenas três minutos e a bilheteria já rendeu US$10 milhões (aproximadamente R$40 milhões). A informação foi divulgada pelo ‘Combate’ após declaração de Dana White.

Veja Também

Khabib volta a sinalizar aposentadoria: ‘Não sei quando, mas não está longe’
Com McGregor em baixa, Cerrone descarta entregar luta: ‘Por dinheiro nenhum’
Deiveson fala sobre disputa do cinturão dos moscas: ‘Vou para matar e pegar o que é meu’

Alguns críticos ainda mantinham a dúvida sobre se McGregor ainda seguia como um nome capaz de lotar ginásios e bater recordes de vendagens de pay-per-view. A nova conquista mostra que o público ainda se interessa pelo irlandês e que ele ainda é capaz de realizar grandes feitos dentro da organização.

Existe muita expectativa sobre como o atleta irá se apresentar após tanto tempo afastado. Há uma pressão para que o ‘Notório’ vença para que, assim, possa desafiar Khabib Nurmagomedov, seu maior rival no esporte, em uma revanche pelo cinturão dos leves.

O primeiro encontro entre o russo e o irlandês rendeu ao Ultimate a maior audiência da história da empresa. Ao todo, foram recolhidos US$ 17.188.894,67 (aproximadamente R$70 milhões) para a atração ocorrida em outubro de 2018, pelo UFC 229. Na ocasião, além da grande adesão dos fãs de MMA, o público pôde assistir à queda de Conor, que foi batido por finalização no quarto round.

O embate entre Cerrone e Conor será realizado na divisão dos meio-médios (até 77kg.). Segundo White, o irlandês optou por se apresentar na divisão de cima da de Khabib, pois pretende realizar mais de duas lutas em 2020. A luta contra Donald, então, serviria de preparação para o restante da temporada e não exigiria passar por mais de dois cortes de peso.

Notícias relacionadas

Deixe seu comentário

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments