Sonnen avalia grandeza de ‘Khabib x Ferguson’: ‘O vencedor é o melhor da história’

Ex-UFC, e agora comentarista, eleva patamar de duelo que acontece em abril pelo título dos leves

C. Sonnen (foto) elogia L. Machida. Foto: Reprodução/YouTube Chael Sonnen

O primeiro semestre de 2020 será marcado por uma das lutas mais aguardadas da história recente do MMA. Em 18 de abril, Khabib Nurmagomedov e Tony Ferguson dividirão o octógono em disputa do cinturão dos leves (até 70,3kg.) do UFC. Nas melhores formas das suas carreiras, o embate encheu os olhos de Chael Sonnen, que afirma o eleva o potencial técnico do espetáculo. Para o norte-americano, o vencedor pode ser considerado o melhor ‘leve’ da história do esporte. Em entrevista ao ‘RT Sport’, o ‘Gangster Americano’, falou sobre o assunto.

Veja Também

‘Paraense Voador’ promete acrobacias em luta contra Diego Sanchez: ‘Vai ter show’
Vídeo: Khabib vira ‘Super Mário’ e tem trajetória no MMA contada em game
Algoz de Bulldoguinho é flagrado em doping e derrota no UFC 243 pode ser anulada

“Quando você está há 28 lutas sem perder (Khabib) em qualquer divisão, cara, você reivindica essa divisão. Especialmente quando você é o campeão do mundo e e já tem algum trabalho pesado no caminho para o título. Se você voltar e olhar para os nomes que ele derrotou, como (Edson) Barboza, só por exemplo… esse cara é um martelo”, disse Sonnen, que ponderou. “Mas estamos falando do Tony Ferguson. Ele um animal totalmente diferente”, disse Chael.

Segundo o ex-desafiante ao título dos médios e meio-pesados, mesmo com a trajetória perfeita de Nurmagomedov no esporte, até o momento, é preciso respeitar os feitos de Ferguson, que não perde há 12 apresentações e vem enfileirando vítimas desde 2013.

“Ele vai te atacar pelas costas, ele vai te atacar na fuga. Você não sabe o que Tony Ferguson faria. Eu nunca menosprezaria ele. Quem vencer aquela luta, é o melhor”, finalizou o ‘Gangster’.

Esta é a quinta vez que o Ultimate tenta realizar o confronto entre os dois ícones da divisão. A luta foi marcada em outras quatro oportunidades, no entanto, duas lesões para cada lado impossibilitaram o espetáculo de acontecer.

Notícias relacionadas

Deixe seu comentário

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments