Noiva de Amanda Nunes, Nina Ansaroff confirma pausa na carreira em 2020 para se tornar mãe

Peso palha do UFC afirma que o próximo ano vai ser dedicado ao sonho da maternidade junto à parceira

N. Ansaroff (esq.) e a noiva A. Nunes (dir.). Foto: Reprodução/Instagram @ninaansaroff

A peso palha (até 52,7kg.) do UFC, Nina Ansaroff, confirmou que interromperá a carreira no próximo ano para se dedicar ao plano de se tornar mãe. A noiva de Amanda Nunes colocará de lado o sonho de ser campeã da organização para dar um grande passo na vida pessoal. A informação foi divulgada junto à parceira ao ‘TMZ Sports’.

Veja Também

Escalado para enfrentar Pettis, Diego Ferreira mostra ansiedade para maior luta da carreira
Tyron Woodley aceita desafio de Leon Edwards: ‘Agora, você está ferrado’
Frankie Edgar recebe suspensão médica de seis meses após derrota no UFC Busan

“Vou tirar um ano de folga”, afirmou Nina, que completou dizendo que permanecerá nos treinamentos (moderados) durante a gestação. “Estarei treinando ao longo da minha gravidez e me manterei em forma. Não vou ficar sem fazer nada e depois querer voltar de qualquer forma”, completou.

A norte-americana, no entanto, descartou a hipótese de se aposentar do esporte após a maternidade. O sonho de ostentar um título do Ultimate está apenas sendo colocado de lado por ora.

“Vou voltar a lutar, com certeza. Mas vou competir entre as peso moscas (até 56,7kg.), disse a competidora, que não estipula prazo para retorno após o parto. “Nunca tive um bebê antes, então não sei o que esperar”, contou a noiva de Amanda.

Campeã das galos (até 61,2kg.) e penas (até 65,7kg.), Amanda Nunes insistiu que o retorno da parceira ao MMA deve ser feito com cautela após a gestação. A brasileira usou como exemplo a situação envolvendo Mackenzie Dern, que não aguardou muito para voltar a competir e acabou derrotada no seu retorno ao octógono, o que rendeu a perda da sua invencibilidade na carreira.

Acho que ela ( Mackenzie) voltou muito cedo. Não quero que a Nina volte rápido dessa forma. Se recupere primeiro. Relaxe. Nada vai a lugar algum. O que tiver que acontecer, vai acontecer. O cinturão vai continuar lá”, finalizou.

Nina não luta desde o revés sofrido para Tatiana Suarez, em junho de 2019, pelo UFC 236. Atualmente, a norte-americana ocupa a quinta posição na divisão que atualmente é dominada por Weili Zhang.

Notícias relacionadas

Deixe seu comentário

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments