Livinha Souza desafia Mackenzie Dern para luta no UFC Brasília

Paulista mostra respeito a compatriota, mas afirma que duelo seria interessante para os fãs brasileiros

L. Souza em apresentação pelo UFC. Foto: Reprodução/Instagram @livinhaufc

Buscando recuperar o caminho das vitórias, Livinha Souza já encontrou um novo alvo para seu próximo desafio. A paulista afirmou que gostaria de trocar forças contra Mackenzie Dern em uma das lutas do UFC Brasília, que acontece em 14 de março. O desafio foi feito em entrevista ao ‘MMA Fighting’.

Veja Também

Após especulações, Ultimate confirma revanche entre Rose Namajunas e ‘Bate-Estaca’ para o UFC 249
‘Bate-Estaca’ confirma negociações para enfrentar Namajunas: ‘Esperando o contrato’
Marlon muda tom sobre Aldo após desafio de manauara a Cejudo: ‘Não tenho mais respeito’

“Quero lutar em Brasília. Vamos ver o que acontece. Se Mackenzie quiser, estou aqui”, afirmou a atleta.

Embora tenha feito um pedido que provavelmente dividirá a torcida brasileira, caso o combate entre em negociações, Livinha faz questão de reforçar que admira Dern e que a disputa seria totalmente por fins profissionais.

“Eu gostaria de lutar contra ela porque eu a admiro. Seria uma grande luta de jiu-jitsu para os fãs. Você só se torna uma lenda vencendo outra”, declarou.

Ex-campeã do Invicta FC, Souza precisa reencontrar o caminho das vitórias em seu próximo compromisso. A paulista vem de derrota para Brianna Van Buren, em julho, em combate que representou seu primeiro resultado negativo desde que estreou pelo Ultimate, em setembro de 2018.

Assim como Livinha, Mackenzie, que foi contratada como uma das promessas da divisão das palhas (até 52,1kg.), quer voltar a vencer após ter sido batida por Amanda Ribas no UFC Tampa, em outubro. Até o encontro com a mineira, Dern mantinha um cartel perfeito, com seis lutas e sem reveses.

Com 28 anos, Souza, hoje, soma 15 lutas como profissional no MMA, tendo vencido 13 e saído derrotada em duas ocasiões.

Mackenzie, por sua vez, tem sete confrontos e um revés.

 

Notícias relacionadas

Deixe seu comentário

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments