Marlon muda tom sobre Aldo após desafio de manauara a Cejudo: ‘Não tenho mais respeito’

Friburguense critica atitude de compatriota por acreditar que ex-campeão dos penas desrespeita o ranking ao pedir luta pelo cinturão mesmo após derrota

M. Moraes em vitória sobre J. Aldo. Foto: Reprodução/Instagram @ufc

Quando se ofereceu para encarar José Aldo no UFC 245, na estreia do manauara na categoria dos galos (até 61,2kg.), Marlon Moraes não poupava elogios ao compatriota. Após a realização do combate, no entanto, tudo parece ter mudado. Depois de vencer o ‘Campeão do Povo’ na decisão dividida e, mesmo assim, ver o compatriota a sua frente para disputar o título da categoria contra Henry Cejudo, o friburguense mudou o tom e passou a criticar Aldo publicamente. Em entrevista ao ‘MMA Fighting’, Marlon criticou a atitude de Aldo ao tentar realizar o confronto contra o campeão.

Veja Também

Cerrone não teme provocações de McGregor, mas pede que não cite a família
Demian Maia confessa ter caído em ‘catimba’ de Covington em 2017: ‘Me fez cansar’
Michael Bisping critica realização de superlutas no UFC: ‘Virou palhaçada!’

“No momento, eu não tenho mais respeito pelo cara (Aldo). Zero respeito. Nem por ele e nem pela a sua equipe (Nova União), pela maneira com que eles estão agindo. Após a luta, Aldo pegou o microfone e me parabenizou. Mas, depois que ele foi para casa, ele viu o que Cejudo falou e tudo mudou”, disse Marlon.

Depois do embate no UFC 245, o campeão da divisão manifestou que acreditava que o manauara havia vencido o duelo, ao contrário do que opinaram a maioria dos juízes responsáveis por avaliar o confronto. Isso fez com que o ex-campeão dos penas (até 65,7kg.) desse início à tentativa de confirmar o confronto com o norte-americano.

Mesmo derrotado por Marlon, Aldo acabou conquistando a oitava colocação no ranking dos galos. O friburguense, no entanto, se confirmou como o desafiante número um, o que reforça a revolta de Moraes sobre a atitude de Cejudo e o ‘Campeão do Povo’.

A história se torna ainda mais difícil após o presidente do Ultimate, Dana White, também colaborar com a ideia de que José foi superior a Moraes no confronto de 14 de dezembro. Ao que tudo indica, a diretoria pode promover e confirmar o confronto entre Aldo e Henry nos próximos meses.

 

Notícias relacionadas

Deixe seu comentário