Nate Diaz desdenha de desempenho de Conor McGregor no UFC 246: ‘Fraco’

Rival de irlandês em duas ocasiões, norte-americano mostra indiferença com vitória relâmpago do ‘Notório’ sobre Donald Cerrone

N. Diaz (foto) ironiza vitória de C. McGregor no UFC 246. Foto: Reprodução/Instagram @natediaz

O retorno espetacular de Conor McGregor ao MMA no UFC 246, no último sábado (18), após mais de um ano de inatividade, encheu os olhos de muitos fãs das artes marciais mistas. Após desbancar Donald Cerrone com apenas 40 segundos de luta, o irlandês confirmou que ainda é capaz de dar show. Enquanto muitos elogiam a performance do ‘Notório’, Nate Diaz, eterno rival de Conor, não mostrou empolgação com o triunfo do antigo oponente. Em sua conta no ‘Twitter’, o norte-americano desdenhou o feito.

Veja Também

Maycee Barber rompe ligamento do joelho no UFC 246 e pode ficar fora de ação por nove meses
Fabrício Werdum desafia Alexey Oleynik após vitória do russo no UFC 246
Dana confirma que McGregor vai enfrentar Khabib, caso russo vença Ferguson

“Muito fraca”, escreveu o ‘bad-boy’ com indiferença após o nocaute brutal de McGregor.

A rivalidade de Nate e McGregor começou em 2016, quando Diaz trocou forças contra o irlandês em duas ocasiões, vencendo uma, e sendo derrotado na decisão dos juízes em outra.

Atualmente na oitava posição no ranking dos meio-médios (até 77kg.), Nate vem de derrota para Jorge Masvidal em um dos maiores espetáculos promovidos pelo Ultimate em 2019. O lutador voltou ao octógono no ano passado após passar mais de três anos afastado do esporte. Foram duas apresentações, com uma vitória e uma derrota.

No atual momento, Diaz não figura como um dos principais nomes para trocar forças contra Conor. Segundo o presidente da empresa, Dana White, a vitória imponente sobre Cerrone colocou o irlandês na condição de voltar a disputar o cinturão dos leves (até 70,3kg.)

Caso a vontade do ‘chefão’ se concretize, McGregor, então, deverá aguardar o resultado do confronto entre Khabib Nurmagomedov e Tony Ferguson, que fazem uma das lutas mais aguardadas da história recente do MMA em 18 de abril, pelo UFC 249.

Além de poder lutar pelo cinturão dos leves, Conor abriu possibilidades de tentar enfrentar Kamaru Usman, atual campeão meio-médios, além de poder realizar uma disputa contra Jorge Masvidal pelo título simbólico de ‘Mais Casca-Grossa’ do Ultimate.

Notícias relacionadas

Deixe seu comentário

1 Comentário
Inline Feedbacks
View all comments
Ricardo De Deus
8 meses atrás

Tá certo Diaz, vc tem moral pra falar.
Aliás, falar aquilo que está nítido mas muitos não querem ver e outros não têm coragem pra falar.
Afinal, vc venceu o Corno McChicken 2x: em uma, ele deu os humilhantes 3 tapinhas e, na outra, o namorado dele, Grana White, ordenou que lhe tirassem a vitória.
E por essas e por outras que eu chamo o UFC de Ultimate Fake Circus.
Kkkkkkkkkkkkkkkk