Pai de Khabib crava valor para revanche entre o filho e Conor McGregor: ‘US$100 milhões’

Abdulmanap Nurmagomedov afirma que tem interesse em reedição de confronto de 2018, mas exige astronômica para a realização de luta

K. Nurmagomedov (esq.) e seu pai, A. Nurmagomedov (dir.). Foto: Reprodução/Instagram @khabib_nurmagomedov

Após o retorno cinematográfico de Conor McGregor ao octógono, neste sábado (18), quando bateu Donald Cerrone de forma meteórica e convincente, as perguntas sobre um futuro desafio para Khabib Nurmagomedov foram inevitáveis. No entanto, ao que depender do pai, mentor e treinador do campeão dos leves, Abdulmanap, o confronto entre o irlandês e o russo apenas acontecerá sob a condição de chegarem a um valor milionário. Em entrevista ao ‘RIA Novosti’, o pai falou sobre a possibilidade.

Veja Também

McGregor se empolga nos meio-médios e ‘freia’ revanche contra Khabib: ‘Ele não me interessa agora’
Nate Diaz desdenha de desempenho de Conor McGregor no UFC 246: ‘Fraco’
Maycee Barber rompe ligamento do joelho no UFC 246 e pode ficar fora de ação por nove meses

“Nós também queremos uma revanche contra Conor McGregor. Paguem US$ 100 milhões (cerca de R$419 milhões) no dia seguinte à luta contra Tony Ferguson no UFC 249. Por essa quantia, por que não fazer a revanche? Acho que Dana White ficaria feliz em organizar o duelo por esse valor. Ele precisa dessa luta”, afirmou Abdulmanap.

Citado pelo pai de Khabib, Dana White já manifestou o interesse de promover o reencontro dos atletas ainda em 2020. Para o presidente do Ultimate, o confronto entre Conor e Nurmagomedov se tornou inevitável devido à grande rivalidade construída entre os dois, além da proporção astronômica dos lucros obtidos após a realização do UFC 229, em outubro de 2018, quando o ‘Águia’ derrotou o irlandês e se manteve como campeão dos leves (até 70,3kg.).

Para que a luta aconteça e seja válida pelo título da divisão, no entanto, Khabib deverá passar por um dos mais complicados desafios de sua carreira. O russo tem confronto marcado contra Tony Ferguson  para 18 de abril e precisa bater um dos atletas mais temidos entre todas as divisões na empresa.

Enquanto as partes discutem a revanche, McGregor, em um primeiro momento, não se mostrou tão interessado no segundo confronto contra Khabib. Em coletiva após o UFC 246, o irlandês fez questão de afirmar que se sente bem entre os meio-médios (até 77kg.) – categoria em que foi disputado o duelo contra Cerrone – e pretende realizar mais apresentações no grupo.

 

 

Notícias relacionadas

Deixe seu comentário

1 Comentário
Inline Feedbacks
View all comments
Ricardo De Deus
8 meses atrás

Carai, q veio mercena!!!!
Vc tá pedindo 100 pilas pro seu filho amassar o McChicken de novo???
Kkkkkkkkkkkk