Aos 32 anos, Ronda Rousey exclui chance de voltar ao MMA: 'Não é prioridade' | SUPER LUTAS

AO VIVO!

Assisra à pesagem do UFC Las Vegas 32. AO VIVO!

Aos 32 anos, Ronda Rousey exclui chance de voltar ao MMA: ‘Não é prioridade’

Considerada um dos maiores nomes da história do esporte, norte-americana não vê com bons olhos retorno ao octógono

R. Rousey não cogita retorno ao MMA. Foto: Reprodução/Facebook RondaRousey

Próxima de completar 32 anos e sem atuar profissionalmente no MMA desde 2016, Ronda Rousey afirmou que não existe a possibilidade de voltar a calçar as luvas nas artes marciais mistas. Ex-dona do título das galos (até 61,2kg.), descartou a chance de voltar a lutar profissionalmente e frustrou os planos de quem gostaria de vê-la em ação novamente. A declaração foi feita em entrevista ao seu canal oficial no ‘YouTube’.

Veja Também

“Não há um dia em que não vem alguma pessoa me dizer para eu lutar. Estou em um momento onde não quero me sacrificar e nem à minha família, para provar alguma coisa para um monte de pessoas que não dão a mínima sobre mim. Eu sei, e as pessoas que me amam sabem. Isto não é mais uma prioridade na minha vida”, finalizou a lenda do esporte.

Ronda se tornou mundialmente conhecida após ostentar o primeiro título feminino do Ultimate. A norte-americana foi uma das responsáveis por impulsionar o esporte entre as mulheres em uma época em que o próprio presidente da empresa, Dana White, não enxergava com bons olhos lutadoras do gênero feminino atuando em sua organização.

Rousey foi campeã das galos entre 2012 e 2015. A combatente permaneceu invicta em sua carreira até a fatídica derrota sofrida para Holly Holm, no UFC 193.

A norte-americana ensaiou um retorno ao esporte ao encarar Amanda Nunes, em dezembro de 2016. No entanto, foi brutalmente nocauteada pela brasileira, que foi responsável por encerrar a carreira da atleta.

Após a vitoriosa passagem pelo MMA, Ronda assinou um contrato milionário para atuar no WWE (luta livre). Na empresa, a combatente é considerada uma das estrelas mais carismáticas, o que auxilia na negação para retornar às artes marciais mistas.

 

Podcast SUPER LUTAS: Qual o futuro de McGregor após o UFC 264?

Comentários

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments