Charles do Bronx aposta que vai se tornar desafiante ao título dos leves em 2020

Com luta marcada contra Kevin Lee no UFC Brasília, paulista acredita que triunfo sobre norte-americano é importante para coloca-lo definitivamente na elite da divisão

C. Do Bronx vai lutar no UFC São Paulo, em março. Foto: Reprodução / Twitter @ufc

Em grande fase, Charles do Bronx está próximo de realizar uma das lutas mais importantes de sua carreira. Contra Kevin Lee, em card que acontece no dia 14 de março, no UFC Brasília, o paulista acredita que uma boa vitória pode colocá-lo na elite da categoria e mira se tornar desafiante ao título dos leves (até 70,3kg.) ainda em 2020. Em entrevista ao ‘MMA Fighting’, o brasileiro falou sobre a expectativa para este ano.

Veja Também

Cláudia Gadelha enfrenta Marina Rodriguez no UFC Oklahoma City, em maio
Corey Anderson se empolga com performance de Jones no UFC 247: ‘Sabia que era vencível’
Após UFC 247, Dominick Reyes ultrapassa Thiago Marreta e se torna número um no ranking dos meio-pesados

“Um passo de cada vez. Eu vou derrotar Kevin Lee em 14 de março e, depois, eles definitivamente vão me dar um top 2 ou 3. Eu vou ser o desafiante ao título até o fim do ano. Não há como negar que 2020 será incrível para mim”, disse Charles.

Do Bronx ainda falou que se surpreendeu com o fato de Lee aceitar enfrentá-lo diante do público brasileiro, que é conhecido por apoiar os combatentes da casa, transformando as arenas em um verdadeiro ‘caldeirão’. Charles elogiou o adversário e afirmou que Kevin também vê com bons olhos a possibilidade de uma vitória.

“Me surpreendeu, porque ninguém quer lutar no Brasil. Eles sabem como é. Mas ele é um lutador duro e sabe que esta é uma grande oportunidade no UFC. Ele sabe que venho de seis vitórias consecutivas e ele vai subir no ranking, em caso de triunfo. Mas estou em grande fase. Pedi uma luta principal e minha hora chegou. Quero me tonar campeão e, definitivamente, vou derrotar Kevin Lee”, afirmou o brasileiro.

No UFC Brasília, Charles chegará à marca de 38 lutas em sua carreira como profissional no MMA. O atleta, que atualmente ocupa a 13ª posição no ranking da categoria, tem 28 triunfos, oito derrotas e um combate sem resultado.

Vindo de grande vitória sobre Gregor Gillespie, no UFC 244, realizado em novembro do ano passado, Kevin busca subir ainda mais na categoria. O norte-americano, hoje, está em oitavo no grupo liderado por Khabib Nurmagomedov e tem 18 vitórias em sua carreira nas artes marciais mistas.

Notícias relacionadas

Deixe seu comentário