Michel Trator acata punição de dois anos por doping e só volta a lutar em 2021

Atleta foi flagrado em exame realizado no ano passado e está impossibilidade de realizar lutas oficiais em 2020

M. Trator recebe punição de dois anos pela USADA. Foto: Reprodução/Instagram @micheltrator

O brasileiro Michel ‘Trator’ acatou a punição de dois anos aplicada pela Agência Antidoping dos Estados Unidos (USADA). O lutador foi suspenso após ser flagrado em um exame realizado no ano passado no qual foi constatada a presença da substância boldenona exógena, que pode favorecer o aumento de rendimento do atleta profissional.  A informação foi divulgada pela própria entidade. Com o anúncio, o paraense só retorna ao octógono em março de 2021.

Veja Também

Charles do Bronx aposta que vai se tornar desafiante ao título dos leves em 2020
Cláudia Gadelha enfrenta Marina Rodriguez no UFC Oklahoma City, em maio
Corey Anderson se empolga com performance de Jones no UFC 247: ‘Sabia que era vencível’

A divulgação da USADA interrompe, por ora, a trajetória vitoriosa de Trator dentro do Ultimate. Embora tenha sido derrotado em sua última apresentação, quando foi batido por Ismail Naurdiev, em fevereiro do ano passado, pelo UFC Praga, Michel carrega números convincentes dentro da organização.

Com estreia pelo Ultimate em maio de 2013, o lutador, hoje, soma 13 lutas, com 10 vitórias e três reveses pela companhia.

Ao todo, o brasileiro de 38 anos já se apresentou em 29 oportunidades como profissional no MMA. São 26 triunfos e três derrotas; todas pelo UFC.

Atualmente, Trator elenca a categoria dos meio-médios (até 77kg.), que é dominada por Kamaru Usman. Na divisão, o atleta buscará, em seu retorno, ocupar um lugar na elite da divisão.

Notícias relacionadas

Deixe seu comentário

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments