Após UFC 247, Dominick Reyes ultrapassa Thiago Marreta e se torna número um no ranking dos meio-pesados

Depois de chocar o mundo e promover um grande desafio ao campeão dos meio-pesados, norte-americano salta três posições e fica atrás apenas de Jones

D. Reyes em vitória pelo UFC. Foto: Reprodução/Instagram @domreyes24

Embora tenha  sido derrotado por Jon Jones na decisão dos juízes, em luta ocorrida no último sábado (8), pelo UFC 247, em Houston, Dominick Reyes conseguiu chocar o mundo e cravar seu nome como um dos atletas mais perigosos dos meio-pesados (até 93kg.). Nesta terça-feira (12), o Ultimate atualizou o ranking da categoria e Reyes subiu três posições, ultrapassando o brasileiro Thiago Marreta, que ocupava o primeiro lugar.

Saiba mais

Valentina Shevchenko recebe suspensão médica de seis meses após UFC 247
Após terceira derrota consecutiva, Juan Adams é dispensado pelo Ultimate
Douglas Lima enfrenta Gegard Mousasi por título vago do Bellator

Cotado como ‘azarão’ no UFC 247, Reyes conseguiu calar os críticos e promover o maior desafio da carreira de Jon até o momento. Após cinco rounds de luta intensa, Dominick acabou saindo derrotado em um resultado que foi criticado por fãs e parte da imprensa especializada.

Após o espetáculo do último final de semana, o presidente do Ultimate, Dana White, em coletiva, afirmou que pontuou o combate para o desafiante, sugerindo um erro de contabilização dos três juízes responsáveis por promover o resultado oficial.

Para muitos, Jon foi favorecido e deveria ter sido destronado após ser inferior ao oponente no duelo disputado.

Além de deixar o card norte-americano sem o sonhado cinturão, Reyes acabou perdendo, também, sua invencibilidade na carreira. Dominick, de 30 anos. Quando subiu no octógono do UFC 247, Reyes defendia uma sequência de 12 vitórias em sequência.

Com a mudança no ranking, Marreta, agora, se encontra na segunda colocação Daniel Cormier caiu para a quarta. Anthony Smith segue no terceiro lugar.

D. Reyes salta três posições no ranking do UFC. Foto: Divulgação

Notícias relacionadas

Deixe seu comentário