Após Rafael Lovato confirmar doença rara, Gegard Mousasi manda mensagem de apoio

Derrotado por norte-americano em combate que rendeu a perda do título dos médios, atleta declara apoio a lutador

G. Mousasi em encarada com R. Lovato. Foto: Reprodução/Instagram @mousasi

O mundo do MMA se entristeceu após o campeão dos médios (até 83,9kg.) do Bellator, Rafael Lovato, revelar que sofre de uma doença rara (caveronoma) que o impedirá de seguir sua trajetória no esporte por tempo indeterminado. Rival do norte-americano em sua última luta, Gegard Mousasi, que perdeu o título para o combatente, deixou a rivalidade de lado e, entrevista ao ‘MMA Junkie’, enviou uma mensagem de apoio ao atleta.

Veja Também

Ex-UFC, Wilson Reis assina contrato e vai atuar pelo Ares FC
Al Iaquinta desafia Dustin Poirier, que desdenha: ‘Venceu duas em cinco anos’
Covington afirma que Masvidal vai fugir de luta contra Usman: ‘Pedirá muito dinheiro’

“Sempre gostei dele, e ainda gosto. É um cara que posso me tornar amigo. Tivemos que nos enfrentar e eu perdi. Queria a revanche, queria muito ganhar para provar meu ponto. Como pessoa, ele é humilde e respeitoso. Me sinto mal por ele. Ele não pode mais competir. Quando torci meu ligamento senti algo parecido. Mas o caso dele é ainda pior porque talvez signifique o final de sua carreira. Desejo tudo de melhor para ele”, disse Gegard.

No último dia 10, após tornar pública a sua doença, Lovato mostrou maturidade e abriu mão do cinturão, deixando claro que irá se dedicar exclusivamente ao tratamento da enfermidade. Pensando no andamento da categoria, a diretoria do Bellator anunciou o combate entre Mousasi e o brasileiro Douglas Lima, pelo título vago. O confronto acontecerá em 9 de maio, nos Estados Unidos.

Por se tratar de uma doença rara, que promove o desenvolvimento irregular de vasos sanguíneos no cérebro, os médicos recomendaram que Rafael se afastasse do esporte. Em entrevista recente, o lutador afirmou que tentará voltar ao esporte, mas que já projeta planos para atuar nos bastidores do Bellator, caso não receba autorização para retornar ao cage.

Atualmente com 36 anos, Lovato soma 10 lutas como profissional no MMA. O lutador está invicto em seu cartel.

 

Notícias relacionadas

Deixe seu comentário