Próximo de enfrentar Deiveson Figueiredo, Benavidez não se encanta com cinturão: ‘Só um objeto’

Norte-americano afirma desejo de ser o número um, mas revela pés no chão sobre possibilidade de ser campeão

J. Benavidez em vitória pelo UFC. Foto: Reprodução/Instagram @joejitsu

O norte-americano Joseph Benavidez está próximo de ter a segunda oportunidade de tentar se tornar o campeão dos moscas (até 56,7kg.). Neste sábado (29), o atleta tentará conquistar o cinturão vago por Henry Cejudo em luta contra o brasileiro Deiveson Figueiredo, pelo UFC Norfolk. Embora tenha a ambição de se tornar o número um da categoria, o combatente afirma que o cinturão não é uma fixação em sua carreira. A declaração foi feita em entrevista ao ‘MMA Fighting’.

Veja Também

Joanna Jędrzejczyk admite cautela para luta contra Weili Zhang: ‘Preciso ser inteligente’
Lucas Mineiro volta ao peso leve e encara russo no BRAVE 35, no Brasil
Aljamain Sterling e Petr Yan criticam confirmação de ‘Henry Cejudo x José Aldo’

“Para mim, a melhor parte em vencer é abraçar minha esposa depois. Este é o momento. Você pode conquistar coisas, mas os momentos são tudo. É mais importante do que tudo. Abraçar meu técnico, ver meus fãs que me assistem por anos. Eu estou motivado para ter mais momentos como esses”, afirmou Joseph.

O norte-americano afirma, também, que o cinturão não é o mais importante na conquista. Para Benavidez, a cinta não passa de um item de adorno.

“O cinturão é apenas um objeto”, disse o norte-americano.

Benavidez conquistou o direito de disputar o título contra Deiveson após conquistar três vitórias consecutivas. Em sua última apresentação, o norte-americano conquistou um triunfo sobre o brasileiro Jussier Formiga, em uma das lutas do UFC Minneapolis.

No confronto deste sábado, Joseph irá para a sua segunda disputa de cinturão. O norte-americano teve sua primeira tentativa em 2013, quando encarou Demetrious Johnson na luta principal do UFC Sacramento.

 

Notícias relacionadas

Deixe seu comentário